×

Porto Alegre | Forte aparato repressivo cerca a Carris contra a mobilização dos trabalhadores

O choque e a cavalaria da Brigada Militar tranca o acesso ao Portão lateral da garagem para garantir que os ônibus saiam.

segunda-feira 23 de agosto | Edição do dia

Na madrugada desta segunda (23), os rodoviários da Carris se mobilizaram e iniciaram uma paralisação em frente a garagem contra o avanço da privatização da empresa que o prefeito bolsonarista Sebastião Melo quer impor. A Brigada Militar de Eduardo Leite foi posicionada no local para intimidar e reprimir a luta dos trabalhadores. Com a Cavalaria e o Choque, a BM faz um bloqueio para que os ônibus com os fura greve saiam pelo o portão lateral da garagem e impedindo com que o piquete tranque o portão.

A PL de Melo já foi aprovada na CCJ da Câmara dos Vereadores e foi colocada em regime de urgência e pode ser votada a qualquer momento. O projeto de privatização faz parte da mesma política de Bolsonaro e Leite para rifar os serviços públicos que são essenciais para a população e entregar de bandeja para os empresários.

Frente ao avanço desse brutal ataque, os trabalhadores da Carris se organizaram para paralisar a empresa na madrugada de hoje, e conta com apoio da população e dos estudantes. A situação é de bastante tensão no local onde a polícia quer impedir e reprimir a luta dos trabalhadores que lutam pelo os seus direitos e garantir com que esse ataque seja aprovado.

Sabemos que Melo vai tentar colocar os rodoviários contra a população, alegando que a suposta “confusão” causada em Porto Alegre justifica a privatização. Nós devemos ganhar a população para o nosso lado, mostrando que a venda da Carris vai significar ainda mais precarização para o transporte público, que foi graças à Carris que o transporte público seguiu existindo durante a pandemia, já que os empresários das privadas não queriam correr linhas com menos usuários pois não dava tanto lucro.

Devemos cerca solidariedade e apoio à essa luta dos rodoviários contra os ataques de Sebastião Melo e dos capitalistas. Nós do Esquerda Diário estaremos cobrindo toda a mobilização e repercutindo essa luta para a classe trabalhadora da cidade e do país.

Veja também: É preciso derrotar a privatização da Carris com a força dos trabalhadores, estudantes e usuários




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias