Mundo Operário

METRÔ

Ford tenta esconder milhares de demissões em anúncio pago na internet

A Ford está patrocinando um anúncio em páginas de pesquisa para tentar enganar a todos dizendo que a montadora não saíra do Brasil, quando na verdade está fechando as três plantas que possui no país e deixando milhares de famílias na rua.

quarta-feira 13 de janeiro| Edição do dia

É só digitar “Ford” no Google e o primeiro resultado é um anúncio do próprio site da montadora com título “Ford não vai sair do Brasil”. A tentativa é de explicar o inexplicável e esconder as milhares de demissões que irão ocorrer com o fim da produção no Brasil e o fechamento das plantas de Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (Ceará).

Em seu anúncio dizem que além da indústria automotiva global estar passando por um processo de transformação tecnológica, “a pandemia global do Covid-19 ampliou os desafios do negócio, com persistente capacidade ociosa da indústria e redução das vendas na América do Sul, especialmente no Brasil”. Isso explicaria o fechamento das três plantas no país, apesar do lucro líquido obtido pela montadora em 2020 ter sido seis vezes maior em comparação a 2019, como mostramos aqui.

E continuam dizendo que “a empresa manterá sua sede administrativa para a América do Sul em São Paulo, o Centro de Desenvolvimento de Produto na Bahia e o Campo de Provas em Tatuí-SP, que continuarão a trabalhar no desenvolvimento de tecnologias e produtos para a região e outros mercados globais”. Com isso acreditam que podem esconder que estarão deixando milhares de famílias na rua, efetivos e terceirizados que trabalham há mais de 10 anos, alguns até 30 anos, e que agora recebem essa triste e revoltante notícia em meio à pandemia.

Pode te interessar: Milhares de terceirizados da Ford foram ou serão demitidos. Por que ninguém fala disso?

O anúncio não tem nenhuma palavra sobre essas demissões e o que acontecerá com esses trabalhadores, mas terminam “tranquilizando” o consumidor que ainda poderá contar mesmo assim com um “portifólio empolgante” vindo de outros países, mostrando como a empresa só pensa em seu próprio lucro e não se importa com a vida e o destino desses milhares de trabalhadores.

O Esquerda Diário se solidariza com todos os trabalhadores da Ford nesse difícil momento e se coloca à disposição de impulsionar todas as medidas votadas na categoria para resistir a esse duro ataque.




Tópicos relacionados

Ford   /    CUT   /    Demissões   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar