Sociedade

CORRUPÇÃO

Flávio Bolsonaro viaja a Fernando de Noronha com dinheiro público e diz que foi engano

Após notícia estourar na internet, Flavio Bolsonaro pede a retirada com urgência das informações no Portal da Transparência do Senado Federal alegando engano e que irá ressarcir no próximo dia útil (3) os cofres públicos.

segunda-feira 2 de novembro| Edição do dia

"Solicito com urgência a retirada das passagens aéreas abaixo relacionadas do Portal da Transparência do Senado Federal. Brasília/Recife (LATAM) - 28/10/2020: R$259,47. Recife/Fernando de Noronha/Brasília (Azul) - 29/10/2020: R$ 1.361,19. As passagens acima discriminadas foram enviadas em decorrência de um equívoco administrativo. Declaro que reembolsarei os devidos valores ao Senado Federal via GRU no próximo dia útil, dia 03/11/2020 (terça-feira)”, de acordo com documento enviado ainda sábado (31) ao Senado.

Na noite de sábado as informações foram apagadas do Portal da Transparência, até então constava que Flávio recebeu R$1.617,66 para passagens aéreas. No entanto, basta o gabinete de Flávio informar que foi engano e fica por isso mesmo e ninguém se questiona sobre a estranheza de tal engano. Teriam sido as rachadinhas engano também?

Enquanto o povo trabalhador passa fome essa casta política podre usa o dinheiro público como bem entende, como se não bastassem os autos salários e privilégios dos senadores, deputados, juízes etc. Por isso nós do Esquerda Diário e do MRT levantamos a bastante tempo a campanha para ’que todo político ou juiz ganhe como uma professora!’ Chega de privilégios para esses representantes da burguesia nos atacarem!




Tópicos relacionados

Flavio Bolsonaro   /    Campanha "Que todo político ganhe o mesmo que uma professora"   /    Sociedade   /    Corrupção   /    Economia   /    Política

Comentários

Comentar