×

ATAQUE À EDUCAÇÃO | #FicaNoturno no Nogueira: Escola de Campinas faz abaixo assinado contra o encerramento do noturno

Professores e estudantes da Escola Estadual Reverendo Professor José Carlos Nogueira no município de Campinas (SP) criaram um comitê para organizar ações contra o inadmissível encerramento do período noturno da escola. Medida que Dória e Rossieli querem impor a qualquer custo para a comunidade escolar e que, dentre tantas implicações, exclui a juventude trabalhadora da escola. Segue abaixo link com abaixo assinado pela manutenção do período noturno na escola.

domingo 29 de agosto | Edição do dia

O governador do Estado de São Paulo, João Dória (PSDB), e seu secretário da educação, Rossieli Soares, demagogicamente se intitulam como defensores da educação. Uma enorme mentira e não faltam ataques para desmascará-los. É a Reforma do Ensino Médio que precariza a formação dos estudantes e as condições do trabalho docente, é a imposição do Programa de Educação Integral que exclui a juventude trabalhadora além sobrecarregar a rede regular e estimular o controle burocrático e a competição na comunidade escolar, é a tentativa de ampliação das Escolas Militares com toda sua lógica reacionária de ensino. Ou seja, não nos faltam exemplos da disposição de Dória, que em nada é alternativa ao governo reacionário de Bolsonaro e dos militares, para acabar com a educação e alinhá-la aos interesses dos empresários da educação e da patronal de conjunto.

Os professores e estudantes da Escola Estadual Reverendo Professor José Carlos Nogueira no município de Campinas (SP) recentemente conseguiram barrar a imposição do PEI mesmo mediante o assédio e a tentativa de fraude da direção da escola. E, há dois anos batalham também contra o fechamento do período noturno. Uma medida absurda que exclui jovens e adultos trabalhadores da escola. A escola é a única na comunidade Vila Boa Vista, Parque Via Norte, Parque Universal e Residencial Chico Amaral, por estar entre as rodovias Anhanguera, Bandeirantes, Campinas-Monte Mor e a linha férrea.

Os professores e estudantes da escola criaram um comitê para organizar a luta contra mais esse ataque. Dentre as ações estão impulsionando um abaixo assinado e uma campanha de fotos pelo #FicaNoturno no Nogueira.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias