×

FALTA DE VACINAS | Falta de vacinas suspende aplicação em municípios de Pernambuco

Os municípios de Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca anunciaram na noite desta terça-feira (22) que terão que suspender a vacinação da 1ª dose por falta de vacinas. A partir de hoje somente será aplicada a 2ª dose

quarta-feira 23 de junho | Edição do dia

Foto: Folha Pernambuco

Segundo porta-vozes municipais, todas as doses destinadas a primeira dose foram aplicadas e é necessária nova remessa de vacinas. O governo do estado afirmou não ter sido notificado pelas prefeituras da falta de vacinas para a primeira dose.

O problema da falta de vacinas é constante e isso se dá porque a produção está a serviço do lucro das empresas que detêm suas patentes e não da necessária e imediata imunização de toda a população. Este fato se torna mais escandaloso neste momento em que a política assassina do governo Bolsonaro e Mourão já ceifou a vida de meio milhão de pessoas no Brasil.

O governo de Paulo Câmara do PSB e Luciana Santos do PCdoB - que foram responsáveis pela repressão dos atos contra o governo Bolsonaro e Mourão no Recife em 29 de maio - fazem demagogia dizendo-se oposição ao governo Bolsonaro, mas assim como o conjunto do regime do golpe, defendem os interesses de seus capitalistas de estimação, e não da classe trabalhadora e setores oprimidos. Inclusive por isso, o PSB junto com o PDT no Recife, comandando a prefeitura com João Campos e Isabella Roldão (vice), acabaram de aprovar a toque de caixa uma nefasta reforma da previdência municipal, que vai cortar na carne da nossa classe.

É por isso que nós do Esquerda Diário e Movimento Revolucionário de Trabalhadores defendemos a necessária quebra das patentes sem nenhum tipo de indenização aos tubarões do mercado da saúde que lucram com a morte de milhares de pessoas; e que a produção seja estatizada sob controle dos trabalhadores e profissionais da saúde.

Assim como é necessário impor com a força da nossa mobilização uma assembleia constituinte livre e soberana, para varrer com Bolsonaro, Mourão e também todo esse regime do golpe, que defendem interesses dos patrões enquanto a maioria sobre as consequências da falta de vacinas, da fome e do desemprego.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias