×

Facebook | Ex-funcionária do Facebook diz que rede sabia dos discursos de ódio e escondia violências

Frances Haugen, a denunciante do Facebook que divulgou dezenas de milhares de páginas de pesquisa interna e documentos, disse que a empresa de mídia social sabia dos discursos de ódio disseminados pela rede e tentava ’esconder violências’. Ela também diz que a rede social de Mark Zuckerberg poderia “destruí-la” por falar, mas que “enquanto o Facebook estiver operando no escuro, ninguém tem responsabilidade sobre ele.”

terça-feira 5 de outubro | Edição do dia

Imagem: CBS/60 Minutes/Reprodução

Haugen se apresentou nesta terça-feira perante o subcomitê de Proteção ao Consumidor, Segurança de Produtos e Segurança de Dados do Senado.

“Eu me apresentei porque reconheci uma verdade assustadora: quase ninguém fora do Facebook sabe o que acontece dentro do Facebook”, disse Haugen.

O Facebook se recusou a comentar.

Ela era ex-gerente de produto do Facebook, e trabalhou em questões de integridade cívica na empresa, revelando sua identidade durante um segmento do programa "60 minutes", do canal CBS News, que foi ao ar na noite de domingo nos EUA.

No programa, ela disse que os documentos mostram que o Facebook sabe que suas plataformas são usadas para espalhar ódio, violência e desinformação, e que a empresa tem tentado esconder essas evidências.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias