Política

Ex-corregedor ligado a Dória, Alckmin e França é inocentado de acusação sobre bunker com 180 mil dólares

Corregedor que atuou no mandato de tucanos e pessebista foi inocentado da acusação de cobrança de propinas. Segundo juiz que o inocentou o fato de dinheiro estar escondido num cômodo e móvel oculto na casa de sua ex-mulher não caracteriza ser de fato dinheiro ilícito.

sexta-feira 30 de abril| Edição do dia

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O ex-corregedor Marcos Vinicius Vanuchi, que atuou nos mandatos de Geraldo Alckmin, Márcio França e João Dória, que era acusado de cobrança de propina de fiscais investigados foi inocentado de acusação.

O réu era investigado no “caso do bunker” como era chamado, em que foram encontrado cerca de 180 mil dólares em dinheiro vivo e cerca de 1.300 Euros, o que chegam a cerca de 970 mil reais nos dias atuais.

A alegação do juiz é que os valores em si e o modo em que se encontravam escondidos não caracterizam de fato um delito. Ministério Público ainda pode recorrer do caso.

Leia também: Tem professor morrendo de COVID-19 e Dória segue abrindo as escolas




Tópicos relacionados

Justiça dos ricos   /    Marcio França   /    São José dos Campos   /    João Doria   /    Alckmin   /    Campinas   /    ABC paulista   /    São Paulo (capital)   /    Política

Comentários

Comentar