×

Denúncia | “Essa é a máscara que a Motiva nos oferece”, diz trabalhadora do telemarketing de Campinas

O Esquerda Diário recebeu novamente denúncia anônima de uma trabalhadora da Motiva, uma das maiores empresas de telemarketing do país, quanto às condições de trabalho em meio à pandemia. Com máscaras totalmente inadequadas os trabalhadores são expostos aos riscos da contaminação nos porões do telemarketing enquanto os proprietários da empresa segue ampliando dia após dia o seu lucro.

terça-feira 3 de agosto | Edição do dia

A Motiva, uma das maiores empresas de telemarketing do país localizada na cidade de Campinas (SP), segue em meio à pandemia colocando o lucro de seus proprietários acima da vida dos trabalhadores da empresa. No início da pandemia isso ficou escancarado com a denúncia anônima que recebemos de um trabalhador da empresa que relatou que não era fornecido máscaras de proteção e álcool gel, não havia higienização nos equipamentos de uso coletivo nas trocas de turno, não era cumprindo os protocolos sanitários de distanciamento e tampouco havia local adequado para refeições e armazenamento de pertences pessoais. O ambiente de trabalho é tão insalubre que nem o ambulatório tem ventilação.

ABAIXO PANFLETO QUE OS TRABALHADORES E ESTUDANTES QUE FAZEM PARTE DA COMUNIDADE DO ESQUERDA DIÁRIO DISTRIBUIRAM AOS TRABALHADORES NA FRENTE DA EMPRESA APÓS A DENÚNCIA

O Esquerda Diário esteve novamente na frente da Motiva a fim de discutir com cada trabalhador a necessidade de construir e fortalecer uma mídia independente dos governos e dos patrões que coloque as nossas vidas acima dos lucros dos empresários e seja, portanto, uma porta voz da luta dos trabalhadores.

Durante a conversa com os trabalhadores e estudantes que fazem parte da comunidade do Esquerda Diário receberam uma série de denúncias quanto as condições de trabalho. Assédio, exposição ao risco constante da contaminação e condição insalubre de trabalho é a realidade cotidiana dos trabalhadores da Motiva que na sua maior parte são jovens, mulheres, negros e LGBTs. A combinação entre exploração e opressão ocorre da forma perversa nos porões invisíveis do telemarketing.

Veja também: “Telemarketing é uma máquina de moer gente” denunciam trabalhadores da Atento

Abaixo imagem da máscara, que absolutamente nada protege, oferecida pela Motiva aos trabalhadores. De acordo com os trabalhadores essas máscaras passaram a ser distribuída após muitos meses de pandemia e somente mediante a solicitação. Os trabalhadores também reforçaram as denuncias de ausência de distanciamento social. Em meio aos galpões fechados centenas de trabalhadores permanecem lado a lado sem a proteção minimamente adequada e com a pressão constante para atingir metas. “Essa é a mascara que a Motiva nos oferece, não protege nada”, disse trabalhadora a trabalhadora da Motiva.

É inaceitável que os trabalhadores do telemarketing paguem com suas próprias vidas ou que coloquem a vida de seus familiares em risco diante da fome insaciável de lucro dos patrões e do negacionismo de Bolsonaro, dos militares e toda demagogia do regime político do golpe. Envie sua denúncia ao Esquerda Diário. Garantimos anonimato. Faça parte da Comunidade do Esquerda Diário.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias