×

VIOLÊNCIA POLICIAL | Esposa de Lázaro sofreu tortura de policiais que tentavam descobrir paradeiro do marido

A esposa de Lázaro, suspeito de matar 4 pessoas no DF, contou ao Domingo Espetacular, da Record, que sofreu tortura por parte de policiais que estavam querendo descobrir o paradeiro do marido. Além das porradas, um policial a ameaçou de afogá-la caso ela não desse informações sobre Lázaro. Tortura é prática comum da polícia.

segunda-feira 21 de junho | Edição do dia

“O policial deu três, quatro tapas no meu rosto. Ele quebrou o rodo da minha tia e ia me bater com o cabo. Eu pensei comigo: ’Senhor, eu não acho justo eu apanhar com esse cabo de vassoura. O Senhor sabe que eu não sei onde ele está’”, disse a esposa de Lázaro que não permitiu seu nome ser divulgado.

Ela também contou que um policial ameaçou afogá-la caso ela não desse informações sobre o paradeiro do marido. “Isso é um abuso”, completou a esposa, “eles não podem bater na gente”. A esposa de Lázaro não tem ligação alguma com os crimes que Lázaro cometeu, mas mesmo assim sofre violência brutal da polícia, escancarando a barbaridade que caracteriza o cotidiano dessa corporação.

O caso de Lázaro está sendo utilizado como pretexto para promover uma série de violências por parte da polícia. Além da tortura sofrida pela esposa de Lázaro, os policiais estão invadindo de forma truculenta terreiros no entorno do Distrito Federal, como Cocalzinho, Girassol, Edilândia e Águas Lindas. Casas de membros de religiões de matriz africanas estão sendo alvos de violações policiais, sem mandado ou acusação formal, comoafirma o líder Candomblé Tata Nguzetala.

A polícia, além de passar uma vergonha nacional por ser incapaz de capturar Lázaro, mesmo com efetivo de centenas, usa e abusa da autoridade do estado para apavorar homens e mulheres negros. Essa é a mesma polícia que, via de regra, espanca pobres nos morros, vilas e favelas do país, bem como é especialista em reprimir greves e protestos de trabalhadores e de juventude. A democracia, para muitos no Brasil, nunca existiu.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias