Educação

EDUCAÇÃO

"Era só uma manhã de um professor" - relato de um professor de SP

quinta-feira 27 de maio| Edição do dia

O edifício Caetano de Campos: atual sede da Secretaria de Educação (Foto: Fernando Moraes)

Às 7h45 reunião no Centro de Mídias. A reunião ainda não havia acabado e eu tinha que entrar em outra, a reunião da Diretoria de Ensino. No meio dessa reunião, tínhamos uma pausa pra assistirmos 3 vídeos pra depois voltarmos...ah, tivemos que responder um formulário sobre as competências e habilidades a trabalhar com os alunos. Só que, nesse horário, eu tive que pausar um dos vídeos pra relembrar os alunos nos grupos de WhatsApp, que teria aula no Centro de Mídias, lá interagir com eles e tirar as dúvidas. Depois disso, voltou a reunião da Diretoria de Ensino pra finalização.
Na sequência fomos orientados a fazer a busca ativa, ligando para os pais dos alunos que não estão fazendo as atividades no CMSP.

Pra finalizar, tomei um café rapidinho, tomei banho rapidinho e me troquei porque teria 4 aulas pra ministrar no presencial no período da tarde.

Tudo isso tendo que alimentar o diário digital(frequência, conteúdos e habilidades) e alterando notas do 1° bimestre na SED e numa planilha do excel.
Temos que preparar roteiros de atividades, depois da elaboração de 4 forms de atividades e se preparando psicologicamente pra responder sobre planos quinzenais, planos de ação e recuperação e os anexos. Ah, sem falar no atendimento à pais e alunos no WhatsApp...ufa !

Os mandatários desse país querem nos matar com a Covid e infartados...ou nos enlouquecer.




Tópicos relacionados

BolsoDória   /    BolsonaroGenocida   /    Crise na Educação   /    João Doria   /    Educação   /    Greve professores SP   /    Educação   /    Professores

Comentários

Comentar