×

Paralisação dos Apps | Entregadores de aplicativos preparam paralisação para este dia 11/09

Os entregadores de aplicativo que enfrentaram a pandemia duramente, sendo um categoria que não parou em nenhum momento, preparam paralisação para este dia 11/09 e fazem chamado para boicote aos aplicativos de entregas, que os exploram sem garantias e com taxas de entregas baixíssimas.

sexta-feira 10 de setembro | Edição do dia

Foto: Rovena Rosa/ Agência Brasil

Os entregadores estão preparando e divulgando uma convocação a paralisar no dia 11/09, não bastasse as taxas de entregas baixas, onde as grandes multinacionais ficam com a maior porcentagem do dinheiro, estes trabalhadores lidam diariamente com desligamento dos aplicativos sem nenhum justificava, ou seja, demissões autoritária. Massivamente entre a categoria é sabido que não adianta ligar para o suporte das empresas pois não são atendidos ou quando são atendidos, são obrigados a falar com robôs. O slogan de liberdade de trabalho utilizado pelos aplicativos, se reverte em total descaso com os trabalhadores, ausência de qualquer tipo de suporte assegura a nível de precarização que muito se assemelha a servidão.

Esta categoria já esteve no centro da luta contra a precarização do trabalho e da vida, quando fizeram uma forte paralisação internacional no ano passado, dando um exemplo contra a exploração destas empresas milionárias. Agora, com mortes por causa da pandemia, os trabalhadores estão pagando a crise econômica e social do país com mais desemprego, aumento do custo de vida e da precarização do trabalho. Esses trabalhadores mais precarizados são atingidos diretamente com o aumento do combustível que já levou a que 25% dos trabalhadores da Uber, por exemplo, desistissem de trabalhar. Uma situação em que é sustentada, mesmo com disputas internas, não apenas por Bolsonaro, mas pelos governadores e pelo STF que está a favor de todas as medidas de ataque aos trabalhadores e à juventude, como a reforma trabalhista da MP 1045. Estes entregadores convocam uma paralisação nacional contra os absurdos que vivem e chamam a população a dar baixa avaliação nos aplicativos e boicotá-los.

Veja também: "Isso é escravidão": entregadores da Cidade Tiradentes-SP realizaram paralisação na última quinta

Uma demonstração de disposição de luta que se repete em várias categorias como os trabalhadores da RedeTV em Osasco, do Detran do Rio Grande do Norte, os metalúrgicos de Sea Towers, os trabalhadores da MRV em Campinas, os trabalhadores da CARRIS em Porto Alegre e a forte luta Indígina contra o Marco Temporal. Que poderia ganhar mais força com um verdadeiro plano de luta nacionalmente, que unificasse as lutas que estão em movimento, que as coordenasse e não as deixem isoladas, para poder mais fortemente lutar contra os ataques patrões, do governo e do regime. Para isso, é necessário que a CUT e CTB, dirigidas pelo PT e PCdoB, saiam das suas paralisias e decisivamente organizem a massa trabalhadora para enfrentar a barbárie capitalista

Por isso é urgente para os entregadores, que os sindicatos de motoboys, associações e lideranças de entregadores organizem e unifiquem a categoria contra esses aplicativos de exploração e convoquem fortemente essa nova paralisação, organizando panfletagens e reuniões/assembleias com entregadores de cada região.

Veja também: Você odeia o Sikêra Junior? Os trabalhadores em greve da RedeTV! também. Apoie essa luta!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias