×

PRIVATIZAÇÕES | Enquanto mentem na CPI, golpistas avançam em privatizações

Se de um lado ocorre a CPI da covid, com um show de horrores bolsonarista, tal qual o depoimento de Pazuello lotado de mentiras e elogios a gestão genocida do governo Bolsonaro, por outro as privatizações, como a da Eletrobrás, são levadas à todo vapor.

sábado 22 de maio | Edição do dia

Imagem: Agência Brasil

Como tratamos neste artigo, ao contrário do que tenta nos convencer a grande mídia, a CPI não veio para salvar vidas, mas sim para salvar este regime pós golpe institucional. Tendo como relator da CPI o reacionário do MDB Renan Calheiros, além de outras figuras da direita, o objetivo central da comissão é fazer com que parcelas do regime brasileiro, como o próprio Calheiros, Pacheco, Globo, STF se diferenciem do projeto do bolsonarismo, de uma forma que apareçam como não responsáveis pelas mortes e fome, mas sim como aqueles que buscam “justiça”. De nenhuma forma podemos ver na CPI, um questionamento por exemplo dos bandos burgueses que apoiam Bolsonaro, como CNN, BTG XP e outros.

Nesta semana vimos os depoimentos lotados de mentiras feito por Ernesto Araújo e Pazuello. O primeiro, terraplanista e negacionista igual o presidente, mentiu sobre sua atuação de promover inúmeros conflitos com a China e também buscou se eximir de erros cometidos no comando do Itamaraty. Já o depoimento do ex-ministro da saúde foi um verdadeiro show de horrores, diversas mentiras foram contadas, como que o Brasil figura entre os países com maior ranking de imunizados, mentiu e tentou se eximir de culpa no absurdo caso da falta de oxigênio em Manaus, disse que garantiu EPIs, testes e respiradores aos municípios, entre outras várias inverdades.

Enquanto ocorre esse teatro no Senado, a Câmara dos Deputados nesta semana aprovou a MP da privatização da Eletrobrás, caminhando para que o Estado brasileiro não seja o principal detentor da gigante empresa elétrica, responsável pela transmissão e geração de energia. Além de que no final de abril partes lucrativas da CEDAE foram leiloadas à iniciativa privada, para a Aegea, empresa que é tem como acionistas majoritários o Itau SA e o Fundo Soberano de Singapura – GIC Private Limited. A Petrobras continua a ser a grande privatização que o governo quer fazer, porém não conseguindo, outras privatizações são levadas à cabo.

Ou seja, enquanto ocorre a CPI que disciplina o bolsonarismo de um lado, de outro todo regime está junto na aprovação de ainda mais privatizações, que terão um impacto direto na vida de milhões de trabalhadores, como a conta de luz que tende a aumentar, e servirá apenas para colocar mais dinheiro no bolso de banqueiros e empresas imperialistas. Lembremos também dos trágicos exemplos de Mariana e Brumadinho, de responsabilidade da Vale, privatizada durante o governo FHC.

Não podemos confiar em nenhum ator desse regime pós golpe como algum tipo de alternativa aos trabalhadores, pois no que diz respeito a privatização e a outros ataques, como a MP 936, todos estão de acordo.

É necessário lutar para que as empresas estatais avancem em ser 100% públicas, sob controle dos trabalhadores e que estejam a serviço da população, ainda mais em um momento no qual falta comida para 1 a cada 4 brasileiros e há um número recorde de novos bilionários na lista da Forbes.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias