ELEIÇÕES 2020

“Enquanto bolsonarista omite 5 milhões, Folha ataca Boulos por corrigir R$ 579”, diz Diana Assunção

Enquanto o milionário empresário inimigo dos trabalhadores Filipe Sabará é poupado de críticas após ter omitido quase R$ 5 milhões de sua declaração de bens, manchete da Folha critica Boulos por corrigido sua declaração de bens no valor de R$ 579,53. Veja comentário de Diana Assunção, da Bancada Revolucionária de Trabalhadores.

sexta-feira 23 de outubro| Edição do dia

Filipe Sabará, candidato à prefeitura de São Paulo pelo NOVO, que acaba de ser expulso do partido, havia declarado à Justiça um valor de R$ 15,658 em bens, no dia 19 de setembro, no entanto, na última quarta feira, dia 21 de outubro retificou o valor para R$ 5 milhões, ou seja, uma quantia quase mil vezes maior. Porém, a Folha de São Paulo acusou em manchete do jornal uma “omissão” de Guilherme Boulos, somente pelo candidato do PSOL ter retificado posteriormente um valor de R$ 576,53 em sua conta bancária, conta que era usada para o candidato receber seus proventos como professor e escritor.

Em meio à candidatos milionários, como o próprio Felipe Sabará, herdeiro do grupo de indústria química Sabará, que fatura mais de R$ 200 milhões anualmente e que vêm dando acenos consecutivos de apoio a Bolsonaro, a mídia burguesa mais uma vez se mostra como porta voz das grandes elites do país.

Diana Assunção, que faz parte da candidatura coletiva Bancada Revolucionária, se pronunciou sobre isso em suas redes sociais, confira:




Tópicos relacionados

Bancada Revolucionária de Trabalhadores   /    Guilherme Boulos   /    PSOL

Comentários

Comentar