×

Tragédia capitalista | Enchentes em Petrópolis completa uma semana e conta 176 mortes e 117 desaparecidos

Já são sete dias da tragédia e da busca pelas pessoas desaparecidas, vítimas da falta de estrutura e das mudanças climáticas. O número continua aumentando e as famílias seguem na busca pelos desaparecidos.

segunda-feira 21 de fevereiro | Edição do dia

Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil

As chuvas em Petrópolis na semana passada já deixaram 176 mortos e 117 desaparecidos, que são cadastrados como sumidos pela Polícia Civil e pelo Ministério Público, mas buscados pelos próprios familiares e por voluntários.

A tragédia completa uma semana e é mais do que um desastre natural: desde as mudanças climáticas causadas pelo aquecimento global até a falta de investimento em estrutura e saneamento básico em bairros pobres e periféricos, os trabalhadores de Petrópolis são vítimas de um crime do Estado.

Além disso, os despreparos nas buscas levam famílias a procurar seus familiares, cavando nas áreas atingidas pela chuva por conta própria na busca pelas pessoas desaparecidas.

As áreas de busca se concentram no Morro da Oficina, Rua Teresa, Alto da Serra, Chácara Flora, Vila Felipe, Caxambu e localidades vizinhas. A prefeitura abriu pontos de apoio em escolas nas localidades do Centro, São Sebastião, Vila Felipe, Alto Independência, Bingen, Dr. Thouzete e Chácara Flora para o acolhimento da população em área de risco que recebem doações e abrigam desalojados.

Leia também: “120 vidas arrancadas em Petrópolis. É urgente uma reforma urbana radical”, diz Carolina Cacau




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias