×

Precarização do Trabalho | Empresa PRM demite e não paga trabalhadoras terceirizadas da educação

Trabalhadoras da educação do Rio, terceirizadas da PRM, que foram demitidas em praça pública pela empresa em junho seguem sem receber os salários atrasados e os valores referente a rescisão do contrato.

domingo 18 de julho | Edição do dia

As merendeiras das escolas estaduais do Rio, contratadas da prefeitura por diversas empresas terceirizadas, vem denunciando desde o começo do ano os atrasos salariais, que colocaram centenas de trabalhadoras, mães solos, muitas negras e suas famílias em condições de fome e com risco de serem desalojadas.
Como viemos denunciando as trabalhadoras, da empresa terceirizada da prefeitura PRM, que não retornaram ao trabalho devido ao fechamento de escolas por conta da pandemia, foram demitidas em massa em praça pública Naquele momento as trabalhadoras saíram como uma promessa que receberíamos a rescisão do contrato e os salários atrasados assim que a prefeitura pagasse a empresa.

Contudo, passados mais de mês da demissão de dezenas de trabalhadoras em praça pública a PRM segue em silêncio. Ou seja, além da demissão sumária, as funcionárias que amargaram meses sem seus rendimentos não tem previsão nem dos salários, nem dos valores referente a rescisão do contrato.

Há outras categorias no Rio que estão em situação semelhante como as terceirizadas da saúde mental da empresa CIEDS, que estão com salários atrasos, e sofrendo chantagem da empresa para não receber os valores referente a rescisão do fim do contrato. A terceirização aprofunda a precarização da vida que coloca os trabalhadores à mercê das empresas como a PRM que demite trabalhadoras durante a pandemia, mas não podemos esquecer que Eduardo Paes também é responsável por essa situação.

Nós do Esquerda Diário nos solidarizamos com as trabalhadoras terceirizadas do Rio e exigimos o pagamento imediato dos salários e de todos os direitos!

Quer denunciar? Mande seu relato para +55 11 97750-9596
E siga o Esquerda Diário nas redes e plataformas de streaming!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias