Internacional

CRISE MIGRATÓRIA

Em um só dia, mais de 2 mil imigrantes são resgatados no Mediterrâneo

Com 19 operações de resgate feita pela guarda costeira italiana, mais de 2 mil imigrantes foram resgatados nessa sexta-feira, 14, no Mar Mediterrâneo indo em direção à Europa, um adolescente foi encontrado morto.

sexta-feira 14 de abril de 2017| Edição do dia

foto: REUTERS/Darrin Zammit Lupi

Os mais de 2 mil imigrantes usavam 16 embarcações de borracha e 3 barcos de madeira para chegar à Europa, vindo principalmente da Líbia, local que a miséria do capitalismo se escancara ainda mais com imigrantes servindo ao mercados de escravos.

A organização Médico Sem Fronteiras, que também ajudou no resgate, confirmou em seu twitter a morte do adolescente, encontrado numa embarcação de borracha, dizendo que “o mar continua sendo um cemitério”.

O fotógrafo da agência Reuters Darrin Zammit Lupi que estava a bordo declarou, depois de ver alguns refugiados que escorregaram das embarcações nadando desesperadamente para salvar suas vidas, que “em 19 anos de coberturas jornalísticas sobre imigração, eu nunca vivi uma experiência comparável ao que vi hoje”, mostrando o escândalo que é a crise migratória, com milhares de refugiados utilizando embarcações clandestinas inseguras para chegar à Europa.

Como já expressamos nesse diário: "As organizações dos trabalhadores devem travar verdadeiras batalhas para que as demandas dos imigrantes não sejam separadas das suas demandas. Só a unidade dos trabalhadores com os imigrantes e refugiados, lutando por plenos e iguais direitos pode dar uma verdadeira saída para a crise, exigindo o fim das intervenções nos países africanos, o fim do mercado de escravos, a abertura das fronteiras, e condições de trabalho e moradia dignas para os imigrantes, fazendo com que a conta da crise econômica, política e social que vivemos hoje, não seja descarregada nas costas dos trabalhadores e setores oprimidos, mas que seja paga pelos seus donos, os capitalistas."




Tópicos relacionados

Imigrantes   /    África   /    Refugiados   /    Internacional

Comentários

Comentar