×

Preço dos combustíveis | Em meio ao processo de privatização da Petrobrás, a gasolina sobe 46% em 2021

Enquanto Bolsonaro segue o processo de sucatear e privatizar a Petrobrás, brasileiros amargam alta nos combustíveis, com a gasolina chegando a $7,99 em alguns estados.

terça-feira 4 de janeiro | Edição do dia

Foto: Arquivo Pessoal/BBC

A ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis) anunciou um comparativo entre o preço dos combustíveis em 2020 e 2021. Na última semana de dezembro de 2020, o litro da gasolina custava em média $4,517, chegando a $6,618 neste ano, um aumento de mais de $2 reais em um ano. O etanol no mesmo período foi de $3,180 para $5,063 a cada litro. O óleo diesel aumentou de, em média, $3,635 por litro para $5,336.

O aumento nos combustíveis, tão sentido pelos brasileiros, é fruto do cada vez maior desmonte da Petrobrás e das intenções de Paulo Guedes e de Bolsonaro prdeivatizar a Estatal. Em novembro de 2021, enquanto a gasolina chegava a marca dos 7 reais em diversos estados, os acionistas recebiam a fatia de $31,8 bilhões em lucros

Veja mais: O verdadeiro motivo dos combustíveis estarem tão caros

Ao mesmo tempo em que a classe trabalhadora e o povo brasileiro amargam combustíveis caríssimos, aumento da fome e do preço dos alimentos, inflação, os acionistas estrangeiros, e os generais seguem obtendo lucros milionários a cada período. Como os preços variam de acordo com a cotação do dólar, na prática, isso significa lucros excepcionais para acionistas privados às custas do povo brasileiro, abrindo ainda mais o caminho para a privatização. Já são ao menos 3 refinarias vendidas, com planos para venda de outras 5. A privatização da Petrobrás abre margem para que os interesses da burguesia e da patronal se sobreponham ainda mais aos direitos da classe trabalhadora.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias