Política

Em meio a tensão nas Forças Armadas, Bolsonaro anuncia os três novos comandantes

quarta-feira 31 de março| Edição do dia

Foto: Afonso Marangoni/Revista Oeste

Novo ministro da Defesa, o general Braga Netto, anunciou hoje os três novos nomes, respectivamente, para o comando do Exército, da Marinha e da Aeronáutica: o general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, o Almirante Almir Garnier Santos e o Tenente Brigadeiro do Ar Baptista Júnior. Anúncio ocorre em meio à tensões nas forças armadas que começaram no início da semana.

O nome de Paulo Sérgio é visto como representante da continuidade de Pujol, general que até ontem estava no comando do exército, ainda que há muitas incertezas sobre o desenrolar da crise política no governo.

Leia mais: As tensões nas Forças Armadas para além do jogo de cena

Anúncio ocorre também no mesmo dia em que o governo Bolsonaro comemora os 57 anos do sangrento golpe militar de 1964, ao passo em que manifestações ocorrem em vários lugares do país para denunciar o golpe. Ontem, ministro da defesa saiu com declaração chamando o golpe de "movimento" e chamou as pessoas a "celebrarem" o início de um soturno período da vida nacional em que milhares de pessoas foram torturadas, perseguidas e assassinadas.

Acompanhe aqui as ações em rechaço ao saudosismo da ditadura




Tópicos relacionados

BolsonaroGenocida   /    Bolsonaro   /    Tortura dos militares   /    Fora Bolsonaro, Mourão e os militares   /    Marinha   /    Governo Bolsonaro   /    Tortura na Ditadura Militar   /    Exército   /    Golpe militar   /    Ditadura militar   /    Política

Comentários

Comentar