Internacional

GEOPOLÍTICA DA VACINA

Em meio a negociações de repressão contra imigrantes, EUA emprestam vacinas para o México

A Casa Branca anunciou hoje o empréstimo de 2,5 milhões de doses da vacina da AstraZeneca para o México, e mais 1,5 milhão para o Canadá. Os Estados Unidos possuem um estoque de pelo menos 30 milhões de doses da vacina da AstraZeneca que não é utilizado, pois não foi aprovada ainda pelas autoridades.

sexta-feira 19 de março| Edição do dia

O presidente americano Joe Biden e o mexicano Andrés Manoel López Obrador (Foto:AP Alexandre Meneghini)

Este anúncio vem após pedidos de que este estoque não utilizado seja enviado para países com vacinação mais atrasada, e inclusive depois de ter sido aventada a possibilidade de que o Brasil recebesse doses.

O Coordenador da Resposta da Casa Branca a Covid-19, Jeff Zients, fez o anúncio na tarde desta sexta (19/03) e explicou que será um empréstimo, de maneira que o México e o Canadá terão que, posteriormente, enviar um número igual de doses de volta para os Estados Unidos.

Veja também: "Guerra pelas vacinas": frente à irracionalidade capitalista, anulação das patentes e vacinas para todo mundo

Isto ocorre no momento em que a administração de Joe Biden pressiona o governo mexicano de López Obrador para que amplie a repressão contra imigrantes que tentam ir para os Estados Unidos, fortalecendo a presença policial e militar na fronteira Sul do México, contra aqueles que vem da América Central, e também ao Norte, na fronteira americana, inclusive contra mexicanos.

Veja também: Biden, o suposto “mal menor” e as crianças nas fronteiras




Tópicos relacionados

Vacina contra a covid-19   /    Vacina   /    Vacinação   /    Governo Biden   /    López Obrador   /    Imigração   /    Repressão   /    Internacional

Comentários

Comentar