Sociedade

VIOLÊNCIA POLICIAL

Em mais um caso de violência, PM agride funcionária de hospital de Belo Horizonte

PMs agrediram uma recepcionista de um hospital no bairro do Barro Preto, em Belo Horizonte, e a levaram para a delegacia com acusação de desacato, em mais um caso de violência policial. Os PMs ainda jogaram spray de pimenta em funcionários que filmavam a agressão.

segunda-feira 24 de maio| Edição do dia

(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

A recepcionista disse a um paciente que aquele hospital não atendia pessoas com sintomas de Covid-19, e o paciente chamou a polícia, que exigiu que a recepcionista desse seus dados pessoais para o Boletim de Ocorrência.

Veja também: Moradores protestam após policiais assassinarem mototaxista e carona na Cidade de Deus

Usando de seus direitos, ela respondeu que a responsável era sua supervisora, que estava em um atendimento, e que não iria dar os dados. Perante a negativa, o PM a agrediu e levou a força para a delegacia, onde teve que assinar um Termo de Ocorrência e se comprometer a se apresentar ao Juizado Especial Criminal. Os PMs ainda jogaram spray de pimenta em funcionários do hospital que filmavam a agressão.

A recepcionista se disse humilhada e indignada com a violência, e afirmou que irá denunciar o PM para a Corregedoria.

Em nota, a PM afirmou hipocritamente que a conduta dos policiais foi correta e que não haviam "lesões corporais aparentes", em uma tentativa de esconder o ocorrido e de justificar a sua atuação, que em todos os locais serve unicamente para reprimir os trabalhadores e os negros.

Veja também: 4 mentiras que te contaram sobre a polícia




Tópicos relacionados

Violência   /    Violência Estatal   /    Brutalidade policial   /    Repressão policial   /    Racismo Policial   /    Minas Gerais   /    PM   /    Sociedade   /    Violência policial   /    Belo Horizonte

Comentários

Comentar