Política

Em decisão unânime ministros do STF confirmam prisão de deputado bolsonarista Daniel Silveira

Demais ministros do STF acompanharam o voto de Alexandre Moraes pela prisão do deputado bolsonarista Daniel Silveira, após declarações autoritárias reivindicando o AI-5 e o fechamento do tribunal.

quarta-feira 17 de fevereiro| Edição do dia

O deputado Daniel Silveira, bolsonarista de primeira ordem, foi preso na noite de ontem (16) após gravar um vídeo fazendo apologia do AI-5 e incitando o fechamento do Supremo. Nesta tarde, a decisão da noite anterior de Alexandre Moraes foi ratificada por todos os ministros da Corte.

O deputado carioca, cachorro raivoso do bolsonarismo, comprou a briga das Forças Armadas, gravando o vídeo para defender os militares das declarações hipócritas dos ministros do STF, fingindo surpresa com a revelação recente do general Villas Boas, de que seu tuíte de intimidação ao Supremo foi arquitetado por todo o Alto Comando. Silveira montou o palco para o STF posar de defensor do Estado Democrático de Direito contra um adorador da Ditadura, ao mesmo tempo que se escoram na Lei de Segurança Nacional, que é também um entulho autoritário da ditadura. Trata-se de mais um avanço autoritário, do tribunal que foi protagonista do golpe institucional e do avanço arbitrário sob Lula, sequestrando o direito ao voto com a proscrição de sua candidatura e prisão.

A decisão do STF ainda precisa ser confirmada em plenário da Câmara dos Deputados, caberá à casa sob o comando do aliado de Bolsonaro, deputado Arthur Lira, confirmar ou não a prisão do parlamentar.




Tópicos relacionados

Golpe institucional   /    STF   /    Forças Armadas   /    Política

Comentários

Comentar