Sociedade

VIOLÊNCIA POLICIAL

Em Niterói policiais atiraram na direção de pessoas reunidas em local pós votação

No último domingo dia 15, dia de votação, policiais atiraram na direção de moradores que estavam reunidos ouvindo música no Caramujo, favela em Niterói, Região Metropolitana do Rio.

sexta-feira 20 de novembro| Edição do dia

No último domingo dia 15, dia de votação, policiais atiraram na direção de moradores que estavam reunidos ouvindo música no Caramujo em Niterói.

Segundo relato de moradores, dado o fim do horário de votação do primeiro turno das eleições municipais, a polícia iniciou um confronto atirando em direção a um grupo de pessoas reunidas que estavam ouvindo música, em um momento de entrenimento e descanso de domingo.

Desde o início da pandemia do coronavírus, a classe trabalhadora não teve o direito à quarentena, tendo que se aglomerar cotidianamente em transportes para ir para o trabalho e sustentar suas famílias. O exemplo do ataque da PM no Caramujo mostra o caráter racista dessa instituição, que saiu atirando em moradores num momento de lazer, justificado pela aglomeração, mas em bairros nobres da cidade ignoram bares e festas.

Diariamente moradores das favelas vivem a insegurança de correrem o risco de serem atingidos por “bala perdida”, isso é culpa da falsa “guerra as drogas”, onde só quem sofre as consequências é o povo pobre e periférico. A polícia, o braço armado do estado, tem que acabar!




Tópicos relacionados

Eleições Niterói 2020   /    Eleições 2020   /    Racismo   /    Sociedade   /    Violência policial   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar