×

Abaixo a privatização | Em Brasília trabalhadores dos Correios aprovam indicativo de greve para o dia 17

Por unanimidade os trabalhadores dos Correios de Brasília aprovaram um indicativo de greve da categoria para o dia 17 contra a privatização da empresa.

sexta-feira 13 de agosto | Edição do dia

Por unanimidade os trabalhadores dos Correios de Brasília aprovaram um indicativo de greve da categoria para o dia 17 contra a privatização da empresa. Nacionalmente a categoria já havia votado o indicativo para a data, mostrando a disposição de luta para barrar a privatização aprovada na Câmara.

No dia 05/08, o projeto de lei que autoriza o leilão da estatal foi votado e aprovado, o PL ainda precisa ser aprovado no Senado. A previsão para acontecer o leilão é para o primeiro semestre de 2022. Enquanto isso mais de 100 mil funcionários da estatal estão com seus empregos e direitos ameaçados pela privatização.

A data do dia 17 é o Dia do Funcionário Público e está sendo convocada para o dia 18 uma paralisação nacional da categoria contra a Reforma Administrativa (PEC 32). É fundamental unir as duas categorias para barrar esses ataques que querem descontar a crise nos trabalhadores.

Nós do Esquerda Diário estivemos presentes cobrindo a assembleia:

É preciso cercar a greve dos Correios de solidariedade, em defesa desse serviço público essencial, que mostrou toda sua relevância em meio a pandemia quando eles estiveram na linha de frente. Mas para isso, é preciso exigir das centrais sindicais um plano de luta que busque unificar todas as categorias para resistir ao avanço das privatizações e pela revogação das reformas que atacam as condições de vida dos trabalhadores ampliando o desemprego e a fome. Os trabalhadores da construtora MRV, que já estão há mais de um mês em greve, mostram como a mobilização é o caminho para derrotar os patrões e os governos que querem descontar a crise nas nossas costas!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias