Política

Eleições 2020

Eleitor repudia Crivella: “Preciso operar, cadê a Marcia?”

O prefeito Marcelo Crivella chegou para votar na Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio de Janeiro junto sua família hoje pela manhã, e não tardou em aparecer as primeiras demonstrações de repúdio à direita e em particular ao Crivella, que tem uma rejeição de 62% dos eleitores segundo o DataFolha. No momento em que saia da zona eleitoral, um eleitor rememorou a triste história do “Fala com a Márcia”, pessoa encarregada de encaminhar cirurgias e atendimentos para os fiéis da igreja de Crivella, por fora das longas filas de espera que chegam a durar meses e anos.

domingo 15 de novembro| Edição do dia

Na verdade, a ironia desse eleitor nada mais é que a expressão de repúdio a um político que só atacou a saúde pública carioca, atrasou salários, demitiu trabalhadores e não deixou em nenhum momento de garantir os lucros das Os’s. Um cenário de absurda precariedade e miséria da realidade de milhões de cariocas que dependem do serviço público de saúde e que na pandemia não tiveram acesso nem ao menos a testes para poderem fazer isolamentos e quarentenas de maneira a contaminar o menor número de pessoas possível.

Veja o vídeo

Mas isso também não nos espanta, um prefeito racista e que governa para empresários, que afirmou que a favela da Rocinha precisava de um “banho de loja”, que o problema das enchentes da cidade poderiam ser solucionados com “bueiros eletrônicos”, escondendo que só uma reforma urbana radical poderia resolver esses problemas estruturais do rio.

Estamos com todos trabalhadores e trabalhadoras que repudiam a direita e a extrema direita, que rechaçam e tem ódio do governo Crivella que ficou marcado na história como um dos piores que atacou centralmente a saúde enquanto garantia interesses da alta cúpula da igreja evangélica e de empresários. Mas também não podemos nos enganar que apenas na urna podemos derrotar de fato esses políticos reacionários, mas também Bolsonaro, Mourão e todos os golpistas confiando na força da mobilização dos trabalhadores.




Tópicos relacionados

Eleições 2020   /    Marcelo Crivella   /    Crise no Rio de Janeiro   /    Eleições Rio de Janeiro   /    Rio de Janeiro   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar