Educação

USP

Eleições para o CO na USP : É fundamental a eleição de representantes comprometidos com os nossos espaços coletivos

No dia 5 de março haverá a eleição para o Conselho Universitário da USP, órgão máximo de deliberação da universidade. A Assembleia de funcionários, chamada pelo Sintusp, escolheu dois candidatos para concorrer às duas vagas: Bárbara (Babi) Della Torre, funcionária do HU e Reinaldo Souza de Santos da FEUSP. Publicamos a carta que os candidatos escreveram direcionada aos funcionários.

segunda-feira 2 de março| Edição do dia

Esta é a carta de Reinaldo Santos de Souza, funcionário da Faculdade de Educação e diretor do Sintusp:

Caros Colegas, meu nome é Reinaldo Santos de Souza, trabalho da Faculdade de Educação, e apresento minha candidatura ao Conselho Universitário como expressão de uma candidatura coletiva, indicada pela Assembleia Geral dos trabalhadores da USP, convocada pelo Sintusp. Nesta assembleia, além do meu nome também foi indicada a colega Barbara Della Torre, do HU. Nossas candidaturas têm como compromisso seguir as deliberações coletivas definidas pela categoria nas suas reuniões de unidade, assembleias, congressos e afins.

O Conselho Universitário é composto por mais de 115 membros, e nós temos apenas três representantes. Isso significa que não há espaço para qualquer ilusão de que vamos, lá dentro, ganhar alguma discussão e aprovar nossas demandas. Basta lembrar que o Conselho referendou a política de desmonte da universidade praticada pela reitoria do Zago e não revertida pelo atual reitor, como a suspensão das contratações, arrocho salarial, desmonte das creches, tentativa de desvinculação do HRAC e desmonte do HU, terceirização dos restaurantes.

Nossa força está na nossa organização coletiva, nas nossas reuniões, assembleias, paralisações e greves. Somente assim conseguiremos barrar esse processo de deterioração das nossas condições de trabalho, recuperar nossos salários, ter uma carreira decente e forçar a universidade a reabrir contratação de novos trabalhadores efetivos, bem como ver atendida as demandas das mulheres trabalhadoras.

Então pra quê estar no Conselho Universitário?

Nosso papel como representantes no conselho é fazer ecoar a voz coletiva das trabalhadoras e dos trabalhadores da universidade. Denunciar os desmandos que acontecem cotidianamente na USP, principalmente agora com o ponto eletrônico e a falta de funcionários. Defender lá dentro nossas reivindicações por salário e condições de trabalho, de modo a desmascarar os falsos discursos dos gestores dessa universidade, buscando atuar em conjunto com os estudantes e representantes de professores dos níveis mais baixo de carreira. Por isso é fundamental a eleição de representantes comprometidos com os nossos espaços coletivos!

A eleição será no dia 05/03 através de link e senha enviados pela reitoria por e-mail. É preciso seguir os passos até receber por e-mail a confirmação do voto.
Para fortalecer nossa organização no interior e na capital é fundamental eleger nossos representantes apoiados pelo SINTUSP e indicados pela Assembleia! Vote nos dois: Reinaldo Santos de Souza e Barbara Della Torre!

Veja aqui: Eleger pela primeira vez uma Trabalhadora do HU para o Conselho Universitário




Tópicos relacionados

SINTUSP   /    Educação   /    USP   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar