ESTADOS UNIDOS/ TRUMP/BIDEN/

Eleições e crise nos Estados Unidos: a derrota de D. Trump

Gilson Dantas

Brasília

sexta-feira 13 de novembro| Edição do dia

No último dia 6 de novembro, às 19h, na reta final da contagem dos votos da eleição nos Estados Unidos, quando a derrota de D. Trump já aparecia no horizonte, foi realizado debate em Brasília sobre o tema.

Grupo de independentes do PSOL reuniu-se, com apresentação de Regina Scala e intervenção de Gilson Dantas, do MRT/Esquerda Diário, e se ocupou de debater os resultados dessas eleições e a crise do imperialismo norte-americano.

Terminadas as eleições, a polarização social nos Estados Unidos e a crise econômica tendem a se aprofundar e aumentará a pressão da dívida imperialista sobre a A. Latina, e os planos de saque de parte do novo mandatário.

Ao mesmo tempo em que a derrota de D. Trump, que isola relativamente o governo Bolsonaro, abre mais terreno para crises políticas no Brasil e pode anunciar mais intensas lutas de classes, lá como cá.

Como entender e avaliar o comportamento da esquerda norte-americana que chamou a votar em um partido do imperialismo [Democrata]? Como superar o impasse da esquerda norte-americana que a cada eleição gira em torno da escolha do “mal menor” em vez de ocupar-se da construção do partido socialista revolucionário com independência de classe?

Por que o eleitorado norte-americano rachou em duas bandas, com D. Trump e Biden abarcando, cada um, em torno de 70 milhões de votos, com pequena vantagem para Biden? Por que não aconteceu a esperada enxurrada de votos em Biden, contra D. Trump?

Qual a corrente de esquerda nos Estados Unidos – corrente irmã do PTS na Argentina e do MRT no Brasil – que, ao contrário da esquerda hegemônica, evitou se posicionar de forma antiestratégica e pragmática diante dessas eleições? Quais os efeitos do resultado das eleições dos Estados Unidos sobre a crise do regime Bolsonaro no Brasil?

Você pode conferir a palestra [30 minutos] e o debate que a ela se seguiu, no vídeo abaixo:




Tópicos relacionados

Eleições Estados Unidos 2020   /    Joe Biden   /    Donald Trump   /    Estados Unidos

Comentários

Comentar