×

Imperialismo | EUA fazem novo ataque aéreo ao Afeganistão

A menos de dois dias do prazo final para a retirada americana do Afeganistão, uma nova explosão foi ouvida neste domingo (29) nos arredores do aeroporto internacional de Cabul, capital do Afeganistão.

domingo 29 de agosto | Edição do dia

Foto: O presidente dos EUA Joe Biden e a primeira-dama Jill desembarcando em Delaware para cerimônia em homenagem aos soldados estdunidenses mortos no atentado em Cabul - Saul Loeb/AFP

A menos de dois dias do prazo final para a retirada americana do Afeganistão, uma nova explosão foi ouvida neste domingo (29) nos arredores do aeroporto internacional de Cabul, capital do Afeganistão.

Uma autoridade, que não quis se identificar, disse que o alvo era um carro-bomba que se preparava para atacar o aeroporto, com suspeitos de integrar a célula afegã do Estado Islâmico no país asiático.

Imagens de uma emissora de TV afegã mostram fumaça escura saindo de uma zona residencial de Cabul. De acordo com as testemunhas ouvidas pela Reuters, um foguete teria atingido uma casa a noroeste do aeroporto.

Também segundo a agência, dois oficiais americanos, que não quiseram ser identificados, afirmaram que o ataque foi promovido pelos Estados Unidos. Uma autoridade, que não quis se identificar, disse que o alvo era um carro-bomba que se preparava para atacar o aeroporto, com suspeitos de integrar a célula afegã do Estado Islâmico no país asiático.

O governo americano não confirma oficialmente o ataque, e ainda não há informações sobre vítimas.

Neste sábado (28), o presidente dos EUA, Joe Biden, havia alertado sobre novas ameaças. “Nossos comandantes me informaram que é muito provável que haja um ataque nas próximas 24 horas a 36 horas. Eu determinei que tomem toda medida possível para priorizar a proteção das forças.”

Na noite da última sexta-feira (27), madrugada de sábado no horário local, os Estados Unidos mataram dois membros do Estado Islâmico em um ataque com drones à província afegã de Nangahar, em retaliação ao ataque reivindicado pelo ISIS-K que deixou quase 200 mortos em explosões no aeroporto de Cabul. A retaliação ocorreu depois de Joe Biden ter declarado, na quinta-feira (26), que os responsáveis pelo ataques seriam punidos.

Saiba mais: O que é o ISIS-K, responsável pelos atentados no aeroporto de Cabul?

O aeroporto é porta de saída para civis estrangeiros e afegãos que tentam deixar o país depois de tomada do poder pelo grupo fundamentalista Talibã, há duas semanas.

Com informações da Agência Estado e da Folha de São Paulo




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias