ESTADOS UNIDOS

EUA: Em uma semana mais de 850 crianças são postas em quarentena após reabertura das escolas

Com a reabertura das escolas nos EUA, o condado de Cherokee, no estado da Geórgia, colocou mais de 850 crianças em quarentena após 6 dias desde o retorno às aulas em meio a pandemia da Covid-19. No Brasil o debate sobre volta às aulas tem sido o centro das discussões entre governos e população.

quarta-feira 12 de agosto| Edição do dia

Os casos do novo coronavírus cresceram na região no fim do último mês. Os EUA estão passando por uma segunda onda de contágio do novo coronavírus, onde os novos picos de contágio estão nos estados do Sul e da Costa Oeste do país. Projeção da Universidade de Austin, no Texas, que teve como data base a semana do dia 31 de julho, apontou que mais de 80% dos americanos vivem em condados onde pelo menos uma pessoa irá para a escola infectada por Covid-19.

No Brasil, o retornos às aulas em meio a pandemia está em pauta entre os governadores, mesmo com a enorme curva de contágio e mortes no país que já passam da simbólica marca de 100 mil mortos. Dados do Datafolha publicados em julho sobre a possibilidade de retorno das aulas presenciais publicadas, apontam que 76% da população acha que as escolas deveriam permanecer fechadas.

Em São Paulo, Dória anunciou o retorno às aulas das escolas públicas e particulares para outubro, atendendo o empresariado paulistano, em meio ao contágio que não chegou em seu pico no estado.

Usando do discurso demagógico, apontando que o retorno às aulas beneficiaria as famílias de alunos que precisam trabalhar e não tem com quem deixar seus filhos, assim como a preocupação com a alimentação de milhares de alunos, isso após não garantir nenhum tipo de auxílio a essas famílias, nem ao menos a reconversão do valor das merendas para a alimentação dos alunos.

Dória se coloca demagogicamente como oposição ao negacionismo de Bolsonaro (capacho de primeira ordem do Trumpismo) e em defesa da quarentena, mas na verdade tem um projeto que visa o lucro dos empresários em detrimento da vida dos trabalhadores, reabrindo o comércio sem garantir direito à quarentena e testes massivos para a população, fazendo com que a crise sanitária e economia seja descarregada sobre os trabalhadores.




Tópicos relacionados

pandemia   /    Escolas   /    Jair Bolsonaro   /    João Doria   /    Donald Trump   /    Racismo EUA   /    Estados Unidos

Comentários

Comentar