IMPERIALISMO

Durante visita ao Brasil, secretário dos Estados Unidos promete golpe contra Venezuela

“Vamos tirar Maduro de lá”, disse Mike Pompeo durante visita à Boa Vista, escancarando todo o golpismo do imperialismo estadunidense.

sábado 19 de setembro| Edição do dia

Nesta sexta-feira (18/09), durante encontro com Ernesto Araújo, ministro das relações exteriores, o secretário estadunidense Mike Pompeo fez uma nova declaração golpista contra o povo venezuelano. Ele disse que a missão dos Estados Unidos é "representar as pessoas da Venezuela" e "assegurar que a Venezuela tenha uma democracia".

Não é primeira vez que os Estados Unidos fazem ameaças golpistas contra os venezuelanos. Nos últimos anos foram vários os intentos golpistas, inclusive contando com apoio interno do líder da oposição de direita, Juan Guaidó, mas também com o apoio do reacionário governo Bolsonaro, que com toda sua bajulação ao governo Trump nunca perde uma oportunidade de se comportar como sustentáculo do imperialismo estadunidense na América do Sul.

Apesar do repúdio mais que necessário às ameaças golpistas dos EUA contra a Venezuela, vale lembrar que o governo de Maduro também não representa qualquer saída para o povo venezuelano contra o imperialismo. O governo Maduro é um dos mais reacionários entre os governos populistas que subiram ao poder na América Latina durante os anos 2000. Nicolás Maduro é responsável pela perseguição de toda e qualquer oposição de esquerda a seu governo, como também é responsável por medidas anti-operárias que são impostas contra a classe trabalhadora venezuelana das formas mais autoritárias possíveis.




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Donald Trump   /    Nicolás Maduro   /    Venezuela   /    Estados Unidos

Comentários

Comentar