DEMAGOGIA

Dona de casa vai à justiça pedir Mil dólares após discurso mentiroso de Bolsonaro na ONU

Após discurso mentiroso de Bolsonaro na 75° Assembleia das nações unidas sobre valor do auxílio emergencial uma dona de casa foi a justiça para reivindicar os mil dólares que Bolsonaro disse ter dado para cada solicitante do auxílio

sábado 26 de setembro| Edição do dia

Imagem: Brazilian Presidency

Uma das afirmações mais revoltosas de Bolsonaro na ONU foi a que seu governo ofereceu um auxílio emergencial que totalizava mil dólares, juntando todas as parcelas.
O valor do Auxílio totalizou até agora uma quantia de 550 US$,da qual se dependessem de bolsonaro não chegaria a isso pois sua proposta inicial era de 200 reais.
Ao ler a revoltante afirmação, uma dona de casa do Rio de Janeiro entrou com um processo de justiça para reivindicar os tais mil reais de auxílio com as correções da cotação do dólar, já que ela, assim como nenhum brasileiro recebeu a tal quantia.

O discurso de Bolsonaro na ONU gerou muita revolta com suas afirmações
mentirosas sobre a gestão da pandemia no Brasil. Além de afirmações absurdas sobre o valor do auxílio emergencial, Bolsonaro proferiu mentiras acusando os indígenas serem os responsáveis pelos incêndios na Amazônia e de que o Brasil foi o país que mais deu aporte de equipamentos para os hospitais e seus profissionais, sendo o país mais sucateado pelas medidas neoliberais de Bolsonaro e Guedes, e o segundo no ranking global de mortes por COVID-19 com mais de 140 mil mortes, perdendo apenas para os EUA.

Confira também:
As seis maiores mentiras do discurso de Bolsonaro na ONU

É desesperadora a situação da população com tantos ataques vindo desse governo, bastante desesperadora também é a situação das donas de casa que sentem na pele todos os dias o aumento do preço dos alimentos como o arroz e tantos outros itens da cesta básica enquanto nossos produtos são vendidos a preços muito mais baixo em outros países.

Ao mesmo tempo a mesma justiça da qual a dona de casa recorreu, é a mesma que liberou socorros trilionários para salvar grandes banqueiros no inicio do ano e deu permissão para a aplicação das MP’S de Bolsonaro que autorizaram os patrões a demitir os funcionários durante o período de Pandemia atualizando para mais da metade da população Brasileira como pertencentes a classe dos desempregados, assim provando cada vez mais que os trabalhadores e a população pobre não devem ter nenhuma confiança nessa justiça que apenas favorece os ricos enquanto os trabalhadores sucumbem a fome




Tópicos relacionados

Auxílio emergencial   /    ONU   /    Jair Bolsonaro   /    Poder Judiciário

Comentários

Comentar