×

Feminicídio | Diretora de políticas para mulheres em sindicato é vítima de feminicídio no DF

Cilma de Cruz Galvão foi encontrada morta no seu apartamento em Santa Maria, no DF. O marido é suspeito e a política investiga o caso como feminicídio.

segunda-feira 4 de outubro | Edição do dia

Imagem: Sindiserviços-DF / Divulgação

Cilma foi assassinada a facadas no próprio apartamento, onde o seu filho a encontrou após ter entrado em contato com a mãe diversas vezes sem resposta. O marido é suspeito e a polícia investiga o caso como feminicídio.

- Feminicídio de mulheres negras aumentou na última década
- Feminicídio no Brasil cresce com 1.338 casos registrados em 2020

Ela era diretora de políticas para mulheres e de combate ao racismo do Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio, Conservação, Trabalho Temporário, Prestação e Serviços Terceirizáveis no DF (Sindiserviços-DF), onde era descrita como uma pessoa “atuante e representativa”.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias