Política

ELEIÇÕES 2020

Diante da degradação do regime golpista Centrão domina principais cidades de Goiás

Com 100% dos votos apurados, Goiânia segue para um segundo turno entre os candidatos Maguito Vilela (MDB) com 35,6% dos votos e Vanderlan Cardoso (PSD) com 24,9%.

segunda-feira 16 de novembro| Edição do dia

O primeiro turno das eleições municipais começa a ser delineado à medida que a apuração dos votos avança. Com 100% dos votos apurados, Goiânia segue para um segundo turno entre os candidatos Maguito Vilela (MDB) com 35,6% dos votos e Vanderlan Cardoso (PSD) com 24,9%. A cidade de Anápolis, também segue para o segundo turno entre Roberto Naves (PP) com 46,5% dos votos, seguido por Antonio Gomide com 29,1%. Já a cidade de Aparecida de Goiânia, reelegeu o Gustavo Mendanha (MDB) com 95,5% dos votos. Gustavo é representante de uma frente ampla, coligando partidos como PSL, PP, PSDB, PT e PCdoB.

Em eleições marcadas pela pandemia da COVID-19 e pelo autoritarismo do judiciário através do Tribunal Superior Eleitoral, que impediu milhares de pessoas de votarem sob a justificativa de não terem feito o cadastro biométrico, vemos um claro fortalecimento dos partidos de centro, em especial o MDB. Essa ala, apesar de não representar a direita ultraconservadora, ainda representa os interesses dos grandes latifundiários do Centro-Oeste e está alinhado com Bolsonaro nos ataques aos trabalhadores, fazendo-os pagar pela crise.

Um judiciário burguês serve apenas aos interesses burgueses. Por isso o MRT, em suas candidaturas, defende uma assembléia constituinte livre e soberana, que acabe com os privilégios desse juízes eleitos por ninguém e que trabalham para a manutenção desse sistema golpista que ataca inclusive nosso direito democrático mais básico, o voto.

Veja também: O processo eleitoral de 2020 é marcado pela degradação democrática do regime golpista




Tópicos relacionados

Goiás   /    Eleições municipais 2020   /    Eleições 2020   /    Centrão   /    Goiás   /    Política

Comentários

Comentar