Sociedade

Devido ao colapso da saúde, o número de vidas perdidas por causas naturais aumentou 64%

Devido ao colapso do sistema de saúde ocasionado pela pandemia de covid combinado ao sucateamento desse serviço, aprofundado com o golpe de 2016 e com o teto de gastos, o número de pessoas que morreram por causas naturais aumentou 64% do esperado. Isso significa dizer que mais de 211 mil vidas foram desperdiçadas em prol do lucro capitalista, o qual Bolsonaro faz questão de assegurar para seus amigos empresários e banqueiros acima de tudo.

segunda-feira 31 de maio| Edição do dia

Foto: Marcio James/Semcom

Não bastasse milhares de pessoas perderem seus amigos e familiares por covid, perderam-nos também por doenças que poderiam ser facilmente tratadas e solucionadas, não fosse o colapso do sistema de saúde e a barbárie desse sistema que Bolsonaro aprofunda. O SUS, que já nasceu combinando o setor público com o privado - permitindo à iniciativa privada abocanhar grandes parcelas de dinheiro público - sofreu um golpe ainda maior em 2016, com a aprovação do Teto de Gastos que limitou o financiamento público da saúde, sucateando todo o setor, precarizando e terceirizando as trabalhadoras. Esse cenário só poderia piorar gravemente com uma pandemia mundial, ainda mais num país que ataca os trabalhadores e os espreme entre a miséria, o desemprego e a contaminação por covid.

Prova desse absurdo é que o estado que teve o maior excesso de vidas desperdiçadas por causas naturais foi o Amazonas, o estado que colapsou em Janeiro e Fevereiro deste ano, em que inúmeras pessoas - desde bebês recém-nascidos até idosos - morreram sem oxigênio, com covid ou não.

Toda essa barbárie é fruto da política de morte levada à frente por Bolsonaro, Mourão e todo o regime do Golpe que os sustentam no poder, colocando o lucro acima das vidas. Esses políticos mostraram escancaradamente nesta pandemia que estão - e sempre estiveram - dispostos a desperdiçar a vida da população para salvar o lucro dos empresários, dos banqueiros, dos latifundiários que engordaram seus bolsos, às custas dos trabalhadores, que sofrem com esse sistema miserável.




Tópicos relacionados

BolsonaroGenocida   /    Fora Bolsonaro, Mourão e os golpistas   /    Colapso da saúde   /    Bolsonaro   /    Teto de Gastos   /    Pandemia

Comentários

Comentar