×

Crise ambiental | Desmatamento recorde em outubro contradiz discurso do governo Bolsonaro na COP26

Segundo o Inpe, foram derrubados 877 km² de floresta amazônica no mês de outubro, o maior índice para o mês desde 2016.

sexta-feira 12 de novembro | Edição do dia

De acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgados nessa sexta-feira (12), a área de alertas de desmatamento durante o mês de outubro foi a maior para o mês em um período de 5 anos.

O estudo contradiz o discurso do governo Bolsonaro na Conferência das Nações Unidas para Mudanças Climáticas (COP26), que alegou que o desmatamento ilegal já estava sendo combatido com aumento de recursos e patrulhamento.

Segundo o Inpe, foram derrubados 877 km² de floresta amazônica, o maior índice para o mês de outubro desde 2016, quando o levantamento teve início.

A delegação brasileira já estava sendo criticada por ativistas climáticos pela não divulgação do Prodes, dado oficial de desmatamento anual, também medido pelo Inpe.

Entidades ambientais acreditam que a divulgação desse dado anual também mostre um desmatamento muito semelhante ao do ano anterior. No período de 2019-2020 foram derrubados 11.088 km² de floresta, um recorde na década.

Os dados colhidos pelo Inpe vão demonstrando novamente todo o descaso do governo Bolsonaro com o meio ambiente, deixando claro as hierarquias do governo com o agronegócio e os grandes empresários enquanto o nosso futuro é destruído.

Veja também: COP26: Alerta vermelho climático e cartões postais da hipocrisia capitalista




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias