×

DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA | Desmatamento na Amazônia bate recorde em 12 anos, segundo ISA

Em dois anos de governo Bolsonaro, a taxa de desmatamento aumentou 48,31%. Pará lidera a lista de estados mais atingidos

quarta-feira 23 de junho | Edição do dia

Imagem: Reprodução Paula Cardoso/Piauí

Em 2020, a taxa de desmatamento na Amazônia bateu recorde. Dados divulgados pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) mostram que 1.085.100 hectares foram devastados no ano passado. O Pará lidera como estado mais atingido pelo desmatamento.

Um levantamento divulgado nesta quarta-feira pelo ISA (Instituto Socioambiental) aponta que, em 2020, a taxa de desmatamento na Amazônia Legal Brasileira aumentou e foi a maior em 12 anos. Em dois anos do governo de Bolsonaro, cerca de 48,3% das áreas protegidas foram devastadas. As mais atingidas foram as terras indígenas.

As Unidades de Conservação de Uso Sustentável administradas pelo governo federal foram as mais afetadas, com alta de 129,8% na taxa de desmatamento. A gestão das UCs federais é feita pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, autarquia vinculada ao Ministério do Meio Ambiente.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias