×

DESMATAMENTO | Desmatamento da Amazônia pelo agronegócio tem ligação direta com a crise hídrica e energética

Estímulo do governo Bolsonaro para que o agronegócio e a mineração avancem sobre o bioma amazônico ocasionou os maiores índices de desmatamento já registrados. Esse desmatamento liga-se diretamente com a crise hídrica que o país passará nos próximos meses.

sexta-feira 18 de junho | Edição do dia

Foto: Instituto Água e Terra (IAT)

O Brasil está enfrentando neste momento uma catástrofe hidríca de grandes proporções. Algumas hidrelétricas operam com 35% da sua capacidade e as contas de luz ficarão mais caras.

Essa crise hídrica, afetará também os reservatórios para consumo direto humano, aqueles que são operados pelas empresas de redistribuição de águas para as grandes cidades do Centro-Sul do país, áreas que tendem a ser as mais afetadas. 7

O governo em meio a isto joga a culpa no fenômeno climático La Ninã, que provoca naturalmente períodos grandes de estiagem na face oriental da América do Sul, em função do resfriamento das águas do pacífico.

Mas o La Ninã não é o culpado direto pelo que está acontecendo nestes momentos em nossos reservatórios e hidrelétricas.

Desde que assumiu a cadeira da Presidência, apoiado pelo grandes capitalistas do agronegócio, Bolsonaro vem fazendo de tudo para retribuir os favores a estes burgueses do campo e estimulando ao máximo o processo de avanço do agronegócio sobre o bioma amazônico.

Leia também: Crise hídrica, aumento da luz e privatizações: não podemos pagar pela crise dos capitalistas

Situações escandalosas como o “Dia do Fogo” no Pará, onde pecuaristas armados invadem as florestas com tratores e ateiam fogo, bradando o nome de Bolsonaro, são somente uma face deste avanço.

Durante o período do governo Bolsonaro também observamos um enorme crescimento do desmatamento, registrando por exemplo, um aumento de 312% de destruição das unidades de conservação.

Aliado a esta situação nacional, o aquecimento global, motivado por uma economia baseada na exploração absoluta da natureza em busca do lucro, relaciona-se também diretamente com esta situação local brasileira.

Bolsonaro e Salles são os culpados diretos pela seca que atingi e atingirá o país no próximo semestre.

Leia também: O capitalismo destrói o planeta, destruamos o capitalismo




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias