×

SOCIEDADE | O desiquilíbrio climático causado pela emissão de gases da produção capitalista está gerando uma onda de calor no Canadá, que nas ultimas 24 horas levou a vida de pelo menos 25 pessoas, em sua maioria idosos na cidade de Burnay.

O desiquilíbrio climático causado pela emissão de gases da produção capitalista está gerando uma onda de calor no Canadá, que nas ultimas 24 horas levou a vida de pelo menos 25 pessoas, em sua maioria idosos na cidade de Burnay.

terça-feira 29 de junho | Edição do dia

Foto: Jennifer Gauthier/Reuters

Especialistas estão alertando desde o início da semana sobre os riscos que as mudanças climáticas bruscas estão causando em todo o mundo, principalmente no hemisfério sul em países como a Argentina, Chile, Uruguai e sobretudo no Sul do Brasil que está sendo afetado por uma massa de ar polar anormal, que esta causando temperaturas antes nunca vistas durante essa época do ano, preocupando principalmente as pessoas mais pobres e os moradores de rua.

Leia também: Cone Sul é o lugar mais frio do mundo hoje fora da Antártida e A cúpula do clima e a inacapacidade do capitalismo de resolver os problemas ambientais

No dia de hoje o Canada que fica no hemisfério norte, e não costuma ter temperaturas altas nessa época do ano, está enfrentando uma onda de calor da qual todos os dias os termômetros batem recordes em algumas cidade como em Lytton, na província da Columbia Britânica que chegou a lamentável marca de 47 graus durante o dia, que ultrapassa o recorde histórico do Brasil de 44,7 graus atingido no Piauí.

Por conta disso após a morte de 25 pessoas, em sua maioria idosos, o governo local teve que pedir para que as empresas dispensassem os trabalhadores, por conta de não terem ar condicionados tão potentes para enfrentar temperaturas tão altas.

Todo esse lamentável cenário escancara o fato enunciado por muitos especialistas no decorrer das ultimas décadas, de que o capitalismo é capaz de destruir cada vez mais nosso planeta e nossa atmosfera com sua produção caótica e irracional.

Fonte:G1




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias