×

No Rio Grande do Sul | Deputado do PSL diz que "as crianças vão cantar o hino e não funk" em escola cívico-militar

O deputado estadual bolsonarista, Tenente Coronel Zucco, participou Da inauguração de colégio cívico-militar na cidade de Ijuí (RS) onde fez essa declaração elitista e racista.

sexta-feira 27 de agosto | Edição do dia

O deputado Estadual pelo PSL no Rio Grande do Sul, Tenente Coronel Zucco, participou da inauguração do modelo cívico-militar no Instituto Municipal de Ensino Assis Brasil, IMEAB. na cidade de Ijuí no interior do estado. Na cerimônia da estréia de um modelo de ensino extremamente reacionário e defendido pelas hordas bolsonaristas, o deputado fez uma declaração que “agora vamos ter mais crianças cantando o hino e não o funk, como estamos acostumados”. Uma fala totalmente elitista e racista contra o povo das favelas contra as formas de expressão culturais da periferia.

O modelo pensado pelo governo Bolsonaro para as escolas cívico-militares é que elas tenham gestão compartilhada entre militares e civis. O programa prevê que os militares da reserva atuem em tutorias e na área administrativa - e não como professores. O formato é diferente das escolas mantidas pelo Exército, que costumam fazer seleção para ingresso e têm custo bem maior do que unidades da rede pública regular.

O deputado do PSL é um dos maiores defensores do modelo no Estado que tende a regular os comportamentos e a cultura das crianças e dos adolescentes. Ele foi eleito para deputado em 2018 na onda do bolsonarismo e utilizou sua patente militar como nome de candidato. Zucco representa o que tem de mais reacionário do bolsonarismo que defende a militarização das escolas e os “bons costumes” conservadores que destila todo o racismo, homofobia e misoginia.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias