Internacional

GUERNICA E A LUTA POR MORADIA

Deputado argentino Nicolás Del Caño faz moção contra a repressão na Ocupação Guernica

O deputado do PTS, organização irmã do MRT na Argentina, pediu a palavra no congresso para repudiar o despejo e a repressão às famílias de Guernica, enquanto os deputados se preparavam para votar o orçamento de ajuste para o próximo ano: "O acordo nacional proposto por Cristina Kirchner começou com a repressão contra as famílias de Guernica"

quinta-feira 29 de outubro| Edição do dia

Enquanto a Câmara de Deputados seguia debatendo o Orçamento 2021 que prepara o aprofundamento dos ajustes para próximo ano, a algumas dezenas de km o Governo estadual de Buenos Aires, do kirchnerista Kicillof, começa a defender essa orientação política com cassetetes, gás lacrimogêneo e balas de borracha.
No recinto, Nicolás del Caño pediu a palavra para fazer uma moção. Abaixo traduzimos parte do que colocou:

"Neste momento um verdadeiro exército da Polícia de Buenos Aires está entrando em Guernica onde estão as famílias que pedem por terra e por moradia. Estas famílias não tem para onde ir. Ontem o Governo rompeu com a negociação e agora o que faz é mandar a polícia de um Berni que permanentemente ataca os setores populares, pedindo mão dura.

Estão entrando onde vivem crianças e querem nos falar do que disse o presidente na campanha de que “primeiro os últimos”. Aqui o que estamos vendo é que foi um verdadeiro golpe eleitoral da Frente de Todos, porque em poucos minutos vão votar a favor de um orçamento de ajuste que está à serviço do FMI.

Lembrem de toda a campanha feita pelo governador Kicillof e por Larroque (Ministro de Desenvolvimento da Comunidade do estado de Buenos Aires) estigmatizando as famílias, atacando as organizações de esquerda que estamos apoiando essas famílias. É o que fez Duhalde antes do massacre de Avallaneda, quando mataram Kosteki e Santillán. É isso que vocês querem?

É indignante que o ministro Larroque diga que as organizações que estamos apoiando buscamos um morto. O que buscamos é que tenham um teto para seus filhos. Isso é o que estamos buscando apoiando essa reivindicação genuína. É essa a saída que tem? É essa a solução que tem?

Com certeza muitos estão felizes, aqueles que passam seu tempo dizendo aos meios de comunicação que essas famílias tem que ser desalojadas. Certamente muitos do Cambiemos e setores da Frente de Todos estarão felizes. Passaram tempos dizendo que tinham que ser desalojados. Sim, é verdade. O que vão dizer agora? Que não é assim? Essas famílias são privadas por vocês de absolutamente tudo, inclusive de ter um teto.

Queremos deixar marcada esta moção e que fazemos responsável o governador Kiciloff e o governo nacional pela integridade física das famílias que estão lá e de todas as pessoas, como muitos estudantes de diferentes centros de estudantes de universidades de Buenos Aires, de La Plata, da região metropolitana que estão lá defendendo essas famílias. Os fazemos responsáveis pela sua integridade física.”




Tópicos relacionados

Guernica   /    Internacional

Comentários

Comentar