Sociedade

COVID-19

Depois de aumento da taxa de transmissão, número de mortes por covid-19 chega a 167 mil

Aumento da contaminação e de mortes por covid-19 já é registrado em vários estados do país. Segundo levantamento do consórcio de veículos de imprensa, já foram 166.743 vidas perdidas no Brasil.

quarta-feira 18 de novembro| Edição do dia

Foto: Silvia Izquierdo/AP Photo

Segundo levantamento do consórcio de veículos de imprensa, divulgado na última terça-feira (16), foram 676 mortes provocadas pela doença nas 24 horas anteriores, chegando assim a 166.743 vidas perdidas no país.

A média móvel de novos óbitos no país foi de 557 por dia, maior número desde 12 de outubro, e apresentando um aumento de 45% em relação aos dados de duas semanas atrás (maior alta desde maio).

No total já são registrados 5.909.002 infectados pela covid-19 no Brasil, sendo 32.262 nas 24 horas anteriores à divulgação do levantamento. A média móvel de casos notificados por dia foi de 29.674, um aumento de 71% em relação aos casos registrados duas semanas antes.

Estranhamente, nas semanas anteriores às eleições municipais no país o número de casos notificados e mortes vinha em uma queda considerável, favorecendo assim a normalização da pandemia na sociedade. Foram várias secretarias estaduais de saúde que atrasaram a atualização dos dados sobre a doença nas últimas semanas e o estado de São Paulo chegou a ficar 5 dias sem fazer tal atualização.

Um estudo feito pelo Imperial College de Londres apontou que a taxa de transmissão do covid-19 chegou a 1,10. Esse índice, que quando abaixo de 1 indica um controle da epidemia em um país e quando superior, que a transmissão está crescente, chegou a ficar mais de um mês abaixo de 1.

Leia mais: Estudo: taxa de transmissão da covid no Brasil tem alta acelerada na última semana

Com as constantes subnotificações no Brasil, principalmente nas últimas semanas, falta de testes massivos e sem o direito a uma quarentena racional para a maior parte da população, a vida dos brasileiros é deixada em segundo plano por Bolsonaro, governos estaduais e todo o regime golpista.

Pode te interessar: Bolsonaro negacionista diz que segunda onda de covid-19 é “conversinha”




Tópicos relacionados

COVID-19   /    pandemia   /    Coronavírus   /    Governo Bolsonaro   /    Sociedade

Comentários

Comentar