Racismo

Denúncia de tortura e de estupro de dependente química em loja do Carrefour é relatada por juíza

Caso aconteceu em uma unidade do Rio de Janeiro, onde a vítima teria sido espancada e violentada com um pedaço de madeira.

sábado 21 de novembro| Edição do dia

Imagem: Getty Images

A rede de supermercados Carrefour recentemente protagonizou mais um caso de racismo, onde um homem negro foi espancado até a morte por um de seus seguranças em conjunto com um policial militar. Tal episódio acarretou uma onde de protestos, justamente em meio ao dia da consciência negra.

Porém, não trata-se de mais um caso isolado de racismo e de suas expressões mais brutais em nosso cotidiano, nem por dentro da própria rede. Uma juíza divulgou nas redes sociais nessa sexta-feira (20) outro caso de violência cometido em uma unidade da rede no Rio de Janeiro. A juíza que atua na Vara Criminal de Mesquita, na Baixada Fluminense, relatou um caso onde uma mulher negra, lésbica, pobre e dependente química tinha sido torturada e estuprada depois de supostamente ter furtado alimentos na loja.

Segundo o próprio relato, isso foi descoberto em meio ao processo de julgamento, entre 2017 e 2018, quando haviam sinais de ferimentos em partes íntimas da vítima, por ter sido flagrada furtando. Foi revelado a juíza, que ela tinha sido levada para uma salinha, onde tinha sido espancada com um pedaço de madeira e posteriormente, através de um depoimento a uma psicóloga antes de ser liberada, a vítima teria revelado que foi estuprada e abusada sexualmente como uma “lição e castigo”.

A cada dia nos deparamos com a face mais cruel do racismo, assim como das diversas opressões que se reproduzem nesse sistema e nesse regime. Por isso, não só no dia da consciência negra, mas diariamente há a necessidade de enfrentamento a essas questões, sobretudo em meio a um governo abertamente discriminatório, assim como este regime que vem se degradando cada vez mais, o que passa pela maior brutalidade e opressões das minorias, em nome dos lucros e da propriedade dos capitalistas.




Tópicos relacionados

LGBTfobia   /    Violência racista   /    Racismo   /    Machismo   /    Violência contra a Mulher

Comentários

Comentar