Sociedade

REDE GLOBO

Defensores dos cortes de gastos públicos, Bonner e Globo são autuados por sonegar impostos

William Bonner e mais algumas dezenas de artistas da Globo, grandes defensores dos cortes de gastos públicos, foram autuados pela Receita Federal, juntamente com a própria emissora, por sonegação de impostos.

quinta-feira 1º de abril| Edição do dia

Foto: Reprodução

Desde o final de 2020, uma megaoperação da Receita Federal vinha investigando contratos de cerca de 40 artistas da Globo, e mais alguns de outras emissoras. A acusação é de sonegação de impostos. Agora, William Bonner e outros 20 globais estão sendo autuados. A Globo diz que irá recorrer.

Segundo o colunista do UOL, Ricardo Feltrin, a Receita está acusando tanto a Rede Globo quanto dezenas de artistas de formarem um conluio para reduzir o pagamento de impostos e sonegar o Fisco, a partir do que é chamado de “pejotização”. Essa prática implica que os profissionais não sejam contratados como pessoa física, com carteira assinada, e sim como pessoa jurídica, através do CNPJ de suas empresas pessoais. Com isso, a alíquota a ser taxada diminui bastante e os artistas se livram de uma série de cobranças em cima de seus super-salários.

William Bonner é âncora do principal jornal televisivo brasileiro, estando à frente da bancada do Jornal Nacional há 27 anos, além de ser editor-chefe de jornalismo da emissora. Estima-se que seu salário seja algo entre R$ 700 mil e R$ 1 milhão por mês. Um enorme absurdo diante do salário mínimo, no valor de R$ 1100, o que significa que um trabalhador comum, que recebe esse salário, precisaria trabalhar aproximadamente 75 anos para acumular o que Bonner recebe em um mês e ainda faz manobras ilegais para não pagar os devidos impostos sobre sua fortuna.

O âncora do JN, que se coloca há quase 3 décadas como porta-voz da moral, do que é correto e da legalidade, à frente do jornalismo da emissora que quer ditar os rumos do país, na realidade sempre este ao lado dos interesses da burguesia, sendo fervorosos defensores dos ataques e cortes dos gastos públicos e dos direitos dos trabalhadores. Sua fala com voz mansa para toda a população, buscando mostrar uma integridade ímpar, esconde a sonegação dos impostos sobre seus rendimentos milionários, enquanto a população, que recebe em média R$ 2 mil por mês, vê seu salário ser sugado por impostos altíssimos todos os anos.




Tópicos relacionados

Jornalismo   /    Tv Globo   /    Impostos   /    Sociedade

Comentários

Comentar