Mundo Operário

UNIFICAR AS LUTAS PARA VENCER

DF: Professores, rodoviários e metroviários mobilizados neste feriado. É preciso unificar.

A greve dos metroviários está em seu terceiro dia. Os rodoviários, que já vinham se mobilizando por vacinação imediata da categoria, paralisaram contra o atraso de salários. Houve também uma carreata de professores da rede privada e pública na Esplanada exigindo prioridade na vacinação da categoria. É fundamental que as centrais sindicais articulem essas mobilizações para fazê-las triunfar!

quarta-feira 21 de abril| Edição do dia

Trens do Metrô-DF parados em estação de Águas Claras, nesta segunda-feira (19) — Foto: TV Globo/Reproduação

Hoje, dia 21, houveram várias mobilizações de trabalhadores de diferentes categorias, dentre elas os metroviários, rodoviários e professores. A greve dos metroviários contra as arbitrariedades da diretoria do Metrô que quer cortar o auxílio alimentação e o auxílio saúde, está em seu terceiro dia. Os rodoviários, que já vinham se mobilizando por vacinação imediata da categoria, paralisaram as vias em Ceilândia, Vicente Pires, Taguatinga, Guará, Estrutural e Águas Claras contra o atraso de salários. Houve também uma carreata de professores da rede privada e pública na Esplanada exigindo prioridade na vacinação da categoria.

Leia também: Crônica de professora trabalhando no auge da pandemia

Carreata de professores da rede privada e pública na esplanada | FOTO: Metrópoles

Leia mais: "Só de ontem pra hoje já foram 3 cobradores e 2 motoristas. Tudo de covid", motorista denuncia mortes

Rodoviários da Marechal mantiveram 464 ônibus na garagem hoje | FOTO: G1

Os trabalhadores que vão à luta no dia de hoje são exemplo para toda a classe trabalhadora. É fundamental a unificação das lutas, nenhuma delas pode ser isolada, juntos somos mais fortes! É fundamental que as centrais sindicais articulem essas mobilizações para fazê-las triunfar.

Só a classe trabalhadora organizada pode impor, além de suas demandas mais que fundamentais como emprego e salário digno, mas também a quebra das patentes das vacinas para que haja a produção e distribuição universal em todo o território nacional o mais rápido possível. Que sejam os capitalistas que paguem pela crise! Fora Bolsonaro, Mourão, Ibaneis e todos os golpistas! Vacina para todos!

Nos 61 anos da capital federal, lembramos daqueles candangos que a ergueram e que a história os apagou. Lembro de todas as injustiças, promovidas pelo Estado e pelas empresas, a que foram submetidos os operários e suas famílias. Mas lembramos também da luta e da resistência de cada trabalhador e trabalhadora por sobrevivência e dignidade. A história da luta de classes vive nas lutas dos metroviários, professores e rodoviários de hoje.

Leia mais: Brasília só é bonita quando ocupada por trabalhadores

O Esquerda Diário se coloca à disposição das categorias para receber denúncias das arbitrariedades da diretoria, da situação de trabalho em meio à pandemia.

Envie sua denúncia anônima para nossa equipe: 11 97750-9596

Para contato com o Esquerda Diário no DF e em toda região centro-oeste, basta mandar um email para [email protected]




Tópicos relacionados

Vacina   /    metroviários   /    Ibaneis Rocha   /    rodoviários   /    Professores   /    Brasília   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar