×

Denúncias operárias | DENÚNCIA: Empresa Tecon Suape retira parte do horário de descanso dos trabalhadores portuários

Chegou ao Esquerda Diário a denúncia de um trabalho do porto de Suape, que a empresa Tecon Suape está retirando parte do horário de descanso dos trabalhadores portuários.

terça-feira 28 de setembro | Edição do dia

Segundo o trabalhador que enviou a denúncia, a empresa Tecon Suape que fica no complexo do porto de Suape, responsável logística pela carga e descarga dos contêineres, já retirou 20 minutos do horário de descanso que é direito dos trabalhadores.

“A gente vem sendo bastante pressionado. Tínhamos 1 hora de descanso algum tempo atrás e agora a empresa permitiu que fosse reduzido para 40 minutos.

O mesmo trabalhador ainda relata a sobrecarga de trabalho, o cansaço e o assédio moral que vêm sofrendo devido a demissão e redução do quadro de funcionários.

“Já faz um tempo isso. Mas to vindo denunciar devido a cobrança e a pressão que a gente vem sofrendo, devido a redução do quadro. A gente está trabalhando por duas, três pessoas a mais agora.”

Como se não bastasse o assédio, a redução do descanso e o aumento da carga de trabalho, a chefia ainda vem perseguindo e punindo trabalhadores que são pegos descansando devido a exaustão da jornada e ritmo de trabalho.

“E já teve colegas que foram punidos, alguns receberam advertência, outros receberam suspensão, porque foram pegos descansando.”

Segundo a empresa, a redução do tempo de descanso foi acordado com os trabalhadores. Mas a fonte do Esquerda Diário denuncia que a medida foi imposta e que o valor que recebem pelas horas trabalhadas no horário que deveria ser de descanso é totalmente irrisório.

“É claro que essa redução não é em acordo com os funcionários porque se o funcionário recusar ele já fica mal visto. A pressão é que a empresa impõe isso, de que nós temos que descansar somente quarenta minutos e que esses outros vinte minutos ela pagaria, mas o valor… Já teve trabalhador que recebeu 8 reais, 15, 12 reis, 14. Isso varia e esses valores são mensais! E a supervisão e o RH ainda tá dizendo que a empresa é boa e que ela ia dar apenas 30 minutos de descanso, mas resolveu dar 40 minutos. Isso é um absurdo!”

O trabalhador continua dizendo que 1 hora ainda era pouco pra poder descansar devido trabalho ser muito pesado, e com a sobrecarga ficou ainda pior. E termina dizendo:

“Esse é o nível de escravidão moderna que vem se apertando, Essa é a denúncia que eu quero fazer”.

Escravidão moderna, sem dúvidas, esse é o termo que melhor define a condição de trabalho desses trabalhadores, em um dos maiores portos do Brasil, que escoa centenas de milhões de mercadorias e riquezas incalculáveis todos os dias para toda a região do nordeste e de todo o país.

No governo de Bolsonaro a condição do trabalho no Brasil vem ficando cada vez pior, com as reformas trabalhistas, o desemprego e a precarização do trabalho, as chefias e patronais se aproveitam para arrancar cada dia mais dos trabalhadores para aumentarem seus lucros. Os sindicatos que se omitem e não se colocam ao lado dos trabalhadores deixando de defender seus direitos não passam de pelegos que fazem o serviço sujo da patronal e impedem a organização e luta dos trabalhadores.

Nós do Esquerda Diário nos solidarizamos com os trabalhadores da Tecon Suape, assim como todos os portuários e colocamos todas nossas ferramentas a serviço de denunciar essa situação inaceitável.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias