×
Rede Internacional

LGBTfobia | Crime de ódio: assassinato brutal de jovem gay brasileiro gera protestos na Espanha

Samuel Luiz Muñiz, brasileiro de 24 anos que morava desde o 1º ano de idade na Espanha, foi espancado até a morte por cerca de 12 pessoas aos gritos de “viado de merda”, em La Coruña.

terça-feira 6 de julho | Edição do dia

Foto: Nacho Doce/Reuters

Samuel era auxiliar de enfermagem e foi assassinado na madrugada de sexta para sábado, após sair de uma boate. O amigo de Samuel, Lina, que estava com ele na festa relatou para o jornal espanhol El Mundo que os dois haviam saído para fumar e gravar uma ligação para a namorada de Lina, quando passou um casal onde o homem falou “Ou para de gravar ou eu mato você, viado”, relatou Lina que também disse que Samuel respondeu “viado, o quê?” e tomou um soco por isso. Minutos pós conseguirem afastar o agressor de Samuel, ele voltou com um grupo de cerca de 12 pessoas que espancaram Samuel brutalmente até a morte e aos gritos homofóbicos de “viado de merda”.

Nenhum agressor foi preso e, como de costume, a polícia está ainda ‘investigando’ se realmente foi um crime de ódio.

O assassinato, em plena semana do Orgulho, causou uma revolta muito grande no país fazendo eclodir protestos com milhares de pessoas em várias cidades nesta segunda-feira (5). Também está sendo postada a hashtag #JustiçaParaSamuel nas redes sociais.

VEJA TAMBÉM: Myanmar, Colômbia e BLM: LGBT+, lutas de classe e estratégia revolucionária




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias