×

Pandemia | Covas antecipa feriados de 2022 para esconder incapacidade de combater a crise São Paulo

Além da prefeitura antecipar dois feriados de 2021, três feriados municipais de 2022 serão antecipados entre os 26 de Março a 1° de abril.

quinta-feira 18 de março | Edição do dia

IMAGEM: ANDERSON LIRA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Nesta quarta-feira (18), a prefeitura de São Paulo anunciou a antecipação de 5 feriados municipais, além de uma mudança acerca do horário do rodízio na cidade. No caso da antecipação, dois feriados municipais de 2021 e três de 2022 foram antecipados para os dias 26, 29, 30 e 31 de março, além de 1° de abril, sendo que 27 e 28 são finais de semana, não havendo nenhum dia útil neste intervalo.

Em relação ao rodízio, a partir da próxima segunda (22), o horário definido desse intervalo será das 20h as 5h, substituindo e liberando os horários tradicionais que são 7h às 10h, e das 17h às 20h.

Em meio aos anúncios, assim como o país de conjunto devido a política negacionista de Bolsonaro, São Paulo vem tendo índices de mortalidade, contaminações e internações em UTIs extremamente altos, no qual a própria cidade no último dia (10), tinha superado o Rio de Janeiro, tornando-se a cidade com mais mortes por Covid-19 do país.

Não trata-se da primeira vez que Bruno Covas antecipa feriados enquanto forma de contenção das contaminações por covid-19, algo que já foi feito em 2020, e tal qual foi naquele momento, também serviu-se enquanto uma medida demagógica de Covas colocar-se ao serviço de combater a pandemia, sendo que o mesmo vem sendo um dos grandes responsáveis pelas mortalidades na cidade ao ter preparado as condições precárias do sistema de saúde municipal, através de inúmeros ataques como o Sampaprev, ou pela manutenção das aulas presenciais nas escolas municipais por semanas neste início de ano, arriscando a vida de inúmeras crianças, de suas famílias e de trabalhadores. Além de servir para esconder o fato de que o mesmo não vem implementando medidas concretas para enfrentar a pandemia como a a testagem massiva ou a vacinação para todos, através da quebra de patentes.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias