×

Demissões políticas | Correntes do Movimento Estudantil se juntam em campanha de fotos em apoio aos garis

Dezenas de estudantes independentes, da Faísca, Afronte, Rebeldia participaram de uma campanha de fotos em apoio à luta dos garis que estão com salário congelado desde 2019 e tiveram o plano de saúde trocado por um pior pelo Eduardo Paes. Dois garis, Bruno da Rosa da CST e André Balbino, foram demitidos em uma clara perseguição política por parte da Comlurb, que também suspendeu uma série de trabalhadores. Nós da Faísca viemos defendendo a necessidade de ser ainda mais ofensivo e batalhar para que se efetive um bloco do Movimento Estudantil para apoiar essa categoria que, historicamente, mostra disposição de luta para conquistar suas demandas.

quinta-feira 28 de outubro | Edição do dia

Os garis vêm sofrendo um ataque por parte da Comlurb e do prefeito Eduardo Paes. Além de não terem acordo coletivo desde 2019, Eduardo Paes trocou o plano de saúde dos trabalhadores por um plano que existe há menos de 1 ano no Rio de Janeiro e que, portanto, oferece menos cobertura em hospitais, com trabalhadores com procedimentos médicos e cirurgias marcadas com o antigo plano sendo deixados na mão. Por se manifestar politicamente contra esse ataque, Bruno da Rosa e André Balbino foram demitidos, além da suspensão de vários trabalhadores, tudo isso enquanto o alto escalão da empresa recebe salários de 5 dígitos.

Além de assinar a campanha democrática impulsionada pela CST, nós do MRT e da Juventude Faísca impulsionamos uma campanha de fotos com trabalhadores e estudantes, que foi aderida por companheiros independentes, Afronte e Rebeldia.

É importante esse tipo de unidade de ação para impulsionar processos de luta de classes, que nada a ver com a unidade com setores da direita como defende uma parcela da Esquerda. Por isso, nós da Faísca viemos buscando defender a necessidade de que, no ato dos garis amanhã (28/10), se unifiquem trabalhadores e estudantes no ato. Consideramos que seria muito importante a presença de um bloco do Movimento Estudantil, assim viemos chamando organizações de esquerda como UJC, Correnteza, Juntos, Vamos à Luta e Rua para que o bloco se concretize. Os companheiros da Rebeldia e do Afronte aceitaram o chamado e informaram que vão ao ato. Nós da Faísca estamos batalhando em cada universidade e local de trabalho para construção de blocos unitários dos estudantes e da esquerda em apoio aos garis.Viemos fazendo esse chamado também desde o Centro Acadêmico de Serviço Social da UERJ, que estamos na gestão, para C.A’s, D.A’s, DCE’s, grêmios, etc.

Rio de Janeiro | Unificar estudantes e trabalhadores no dia 28 em apoio aos garis

Participe da campanha de fotos! Tire sua foto com: “Contra as demissões políticas de Paes e Comlurb, reintegração Já! Todo apoio a luta dos garis" e manda para: (21)988715662. Poste nas suas redes sociais marcando o Esquerda Diário(@esquerdadiariooficial) e Juventude Faísca(@faiscarevolucionaria).

Todas as fotos da campanha estão sendo atualizadas no album de fotos no Facebook do Esquerda Diário.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias