Política

ELEIÇÕES 2020

Copiando Trump, Bolsonaro questiona apurações para justificar fracasso de aliados nas eleições

Como um bom lambedor de botas do imperialismo norte-americano e defensor do voto impresso, Bolsonaro não poderia deixar passar sua sugestão de fraude no sistema eleitoral brasileiro deste domingo (15), como fez Trump sobre as eleições dos EUA.

segunda-feira 16 de novembro| Edição do dia

Foto: Sérgio Lima/Poder360

Ao ser questionado sobre as eleições municipais que ocorreram Brasil afora no dia de ontem (15), Bolsonaro afirmou que "temos que ter um sistema de apuração que não deixa dúvidas. É só isso. Tem que ser confiável e rápido, não deixar margem para suposições”, sugerindo que houve fraude no processo eleitoral. Logo ele, impulsionador das fake news nas eleições manipuladas de 2018, quando foi eleito presidente.

Pode te interessar: O processo eleitoral de 2020 é marcado pela degradação democrática do regime golpista

Essa afirmação de Bolsonaro veio após a apuração dos votos ter sido marcada por uma grande instabilidade e lentidão, um caso inédito no Brasil desde 1988. Esse é um dos fatos que compõem o cenário de degradação democrática do regime do golpe, marcado pelo autoritarismo do judiciário, que impediu inúmeras pessoas de exercer seu direito de votar, e agora deixando a legitimidade do processo eleitoral nas mãos do presidente do TSE, um juiz eleito por ninguém, devido aos questionamentos que surgem com a instabilidade na apuração.

Por certo que o bolsonarismo se utilizaria da lentidão do processo para apontar fraude. Especialmente porque, dessa forma, Bolsonaro consegue esconder o fracasso de seus candidatos nessas eleições e refazer sua defesa do voto impresso, como ridiculamente fez recentemente em uma live nas suas redes sociais.

Veja também: Fracasso monumental: candidatos bolsonaristas passam vergonha nas eleições

Mas a originalidade dessas afirmações estúpidas não são mérito de Bolsonaro, mas sim de Trump. O ex-presidente dos Estados Unidos também é defensor ferrenho do voto impresso, mesmo que a demora dos resultados das eleições dos EUA tenha sido piada para o mundo inteiro, e também alega fraude no processo eleitoral em que perdeu para Biden, o novo líder da opressão imperialista. Ou seja, tudo que Trump faz, Bolsonaro corre logo atrás para lamber suas botas sujas de sangue, no desespero de esconder o fracasso do bolsonarismo nas urnas.




Tópicos relacionados

Golpistas   /    Eleições municipais 2020   /    Eleições 2020   /    Fora Bolsonaro, Mourão e os militares   /    Governo Bolsonaro   /    TSE   /    Jair Bolsonaro   /    TSE   /    Donald Trump   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar