×

Áudio vazado | Coordenadora de RH da farmácia São João, no RS, teria usado critérios homofóbicos para contratação

Áudio de suposta coordenadora que atua no litoral norte do estado, indica que não deve contratar homossexuais que "desmunhecam demais", e nem pessoas com piercing e tatuagem, alegando por ser da área da saúde. Algo extremamente homofóbico e preconceituoso. Empresa alega que áudio é falso.

sábado 23 de outubro | Edição do dia

Suposta coordenadora de Recursos Humanos da Farmácia São João, de Imbé, litoral norte do Rio Grande do Sul, tem áudio vazado, mostrando a reacionária política de contratação da empresa farmacêutica.

Violência doméstica | No RJ, 75% dos feminicídios ocorreram dentro de casa no ano passado

No áudio se escuta a suposta coordenadora despejando da mais asquerosa ideologia burguesa e fazendo comentários claramente homofóbicos, gordofóbicos, e preconceituosos contra tatuagens e piercings. “Feio e bonito é o mesmo preço”, diz a coordenadora da farmácia que é responsável pelas contratações no município.

Veja aqui o áudio:

Nesta sexta (23), foi confirmada a veracidade do áudio, o que mostra a verdadeira face da empresa, assim como é em todo o sistema capitalista que gera essa opressão aos LGBTS, as mulheres e aos negros. Opressões que utilizam contra esses setores para pode explorar e lucrar ainda mais em cima das costas da nossa classe.

Editorial | É urgente um plano de luta contra a fome e o desemprego




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias