Política

STF E BOLSONARO JUNTOS CONTRA OS TRABALHADORES

Contra o aborto e pró armas: “100% alinhado comigo”, diz Bolsonaro sobre Kassio Marques

Após jantar amigável na casa do ex-presidente do STF Dias Toffoli, Bolsonaro dá seguimento às suas declarações e articulações pela aprovação do indicado Kassio Nunes Marques para ministro do STF, mais um inimigo da classe trabalhadora.

segunda-feira 5 de outubro| Edição do dia

Em resposta a um comentário na rede social, Jair Bolsonaro defendeu seu indicado do comentário de um internauta. Segundo Bolsonaro, o juiz é contra o aborto, a favor do porte de armas e defensor da família. O presidente afirmou ainda que a escolha de Kassio Marques é “sem volta”.

“Kassio é contra o aborto (votará contra a ADPF 442 caso seja pautada). É pró armas nos limites da lei (ele é CAC). Defende a família e as pautas econômicas (quem duvida que aguarde as votações). Resumindo, ele está 100% alinhado comigo, por isso a ferrenha campanha para desconstruí-lo”, escreveu Bolsonaro.

A ADPF 442, que está tramitando pelo STF, defende a descriminalização do aborto. O direito ao aborto legal é um dos direitos democráticos negados ferreamente pelo governo de Bolsonaro. Recentemente o caso da menina de 10 anos que precisou abortar por conta de um estupro, mostrou até onde pode chegar o reacionarismo da extrema-direita, com Damares e Sara Winter tentando impedir que o procedimento ocorresse e chamando a criança de “assassina”.

A indicação de Kassio Marques para o STF é mais um aceno de Bolsonaro ao centrão, algo que, somado ao abraço de Bolsonaro com Dias Toffoli, deixa bem expresso o pacto entre Bolsonaro e os demais setores golpistas do regime, como Congresso e o Supremo Tribunal Federal, para descarregar a crise nas costas dos trabalhadores, das mulheres, negros e LGBTs.

Veja também: Diana Assunção diz: "No abraço de Bolsonaro e Toffoli estão todos os ataques aos trabalhadores




Tópicos relacionados

Dias Toffoli   /    Governo Bolsonaro   /    Armamento da população    /    Aborto   /    Jair Bolsonaro   /    STF   /    Política

Comentários

Comentar